.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Amor verdadeiro....


As pessoas procuram pelo amor verdadeiro, mas que verdade procuram? 

Desde quando nascemos somos apresentados a um modelo de amor comercial, aquele amor romântico dos filmes de cinema e dos livros de romances, um tipo de amor onde um pertence ao outro, e vivem felizes para sempre.

Mas convenhamos que é um tipo de amor muito mais egoísta do que cúmplice. Um amor onde um é responsável pela felicidade do outro. Onde criam-se expectativas que normalmente são frustradas, daí vem a angústia, os medos, as decepções.

Por isso enquanto jogarmos a responsabilidade de nossa felicidade nos outros, não existirá amor, existirá apenas dependência e nenhuma dependência permite a existência do amor verdadeiro. 

Então que amor verdadeiro é esse? 

Acredito que seja aquele imperfeito, aquele que não está disponível nas prateleiras das locadoras de filmes, nem na Disney, nem em Hollywood, nem nos romances mais lindos que idealizamos. 

O amor verdadeiro é aquele que convive e aceita as imperfeições, que anda junto, ao lado não a frente nem atrás, aquele que não cobra, nem julga, aquele que não tem a pretensão de moldar a outra pessoa a suas conveniências.... 

Amor verdadeiro é aceitar o outro como ele é... viver sua verdade na verdade no outro... simples assim!!!


Gisele Mulek



quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Que mundo é esse?


Que mundo frio estamos vivendo, valores invertidos, tecnologia é sinônimo de bem estar, ter tornou-se essência, e ser já não é fundamental.

As coisas simples se perdem a cada dia; a felicidade não é mais vista num sorriso. Os mágicos não tiram mais coelhos da cartola. A criança não joga mais futebol na rua. A mãe não bate mais o bolo com a mão porque prefere comprar o bolo pronto.

Os livros estão empoeirados em cima da estante. As fotos tiradas em família não são mais reveladas e postas em um álbum com a capa de veludo. Os vizinhos não se conhecem mais. Erguem-se muros onde antes havia flores.

O inverno não tem mais cheiro de chocolate quente. As flores da primavera não são mais regadas, pois foram trocadas por arranjos de plásticos. A música mexe o corpo e não toca mais os corações. 

E a fé, essa não é mais exercida com fervor, ela é manipulada por pessoas que desejam apenas ter. O coração das pessoas esta vazio. O mundo parece estar ao contrário e a essência não é mais valorizada em um ser humano. 

Lamento por tudo isso.

E lamento ainda mais em ver o amor se esvaindo, se esfriando como um café que a gente toma pela manhã e deixa um restinho na xícara em cima da mesa…

É triste ver o amor se tornando ferida quando, na verdade, ele é a cura...


Gisele Mulek

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

A vida é feita de coisas simples


A vida é feita de coisas simples! 

Acredite, não é necessário ter aparência perfeita, possuir muita cultura, aumentar o salto do sapato, ou andar de nariz em pé. 

Precisamos sim ter sorriso no rosto, olhar nos olhos, andar com pés descalços, diminuir o barulho, caminhar mais devagar, prestar atenção a quem está ao nosso lado, erguer a cabeça e apreciar a grandeza dos céus e colocar a humildade pra funcionar. 

Pois, somos grandes, quando somos pequenos!


Gisele Mulek


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Vida Leve....


Acho que a gente precisa aprender a viver com um pouco mais de leveza. Parar de querer controlar tudo, de querer ter certezas antes de tomar atitudes, de querer que tudo sempre de certo. A vida simplesmente não é assim! A vida não é feita só de acertos ou de sucessos. Pelo contrario, na maior parte das vezes, ela é toda meia torta, meio confusa, meio descontrolada, e na real, é por isso que ela é tão surpreendentemente extraordinária!

Gisele Mulek


sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Sou assim....


Gisele por Gisele....

Não, eu não saio distribuindo sorrisos pra todo mundo por ai. Tenho mesmo a cara fechada. E provavelmente, se você me conhece pessoalmente, quando me viu pela primeira vez me achou antipática! Mas não sou não rss, apenas optei em ser eu mesma, ser o que sou sem mascaras, e quem precisa me conhecer, me conhece! Tenho poucos amigos, mas estes os cultivo e valorizo de verdade. E é incrível como isso é bom pra mim e para aqueles que amo. Pois quando digo um "eu te amo", eles não tem dúvida disso. Acredito que é mais sincero os sentimentos de alguém que não tem sentimentos por todo mundo..!


Gisele Mulek


terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Deus é Fiel...


Ás vezes tenho a impressão que me faltam tantas coisas, até que Deus chega e sussurra baixinho: Menina sossega teus pensamentos, o que te falta é tudo que não te serve!

Gisele Mulek

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Um novo tempo....


Nenhuma queima de fogos promete um futuro iluminado. Nenhum ponteiro marcando meia-noite transforma quereres em realidade. Nenhuma entrada de ano novo garante uma nova vida. Se o coração deseja mudanças é preciso trocar mais que o calendário. É preciso abandonar medos e encarar desafios. Driblar velhos hábitos e arriscar novos voos. Deixar de esperar que os próximos meses surpreendam e surpreender a si mesmo. Acreditar e seguir. Sonhar e ousar. Se o coração deseja um novo tempo é tempo de fazer o novo acontecer!!

A todos um abençoado 2015. 

Que tenhamos um ano feliz.!!


Gisele Mulek
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...