.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Ainda sei..


Sei que ainda espera por mim na mesma esquina, esquecida, sentado olhando as horas passar, numa espera que enfurece e castiga. Sei, também, que ainda me encontra dentro das músicas que compartilhávamos, e hoje ao escuta-lás a sós, te faz lembrar detalhes. Sei que continua lendo as minhas escritas despudoradas e que nelas, ainda procura algum indício desse nosso velho amor. Sei que ainda se lembra das minhas caretas chorosas e da minha cara enrugada, que te fazia amolecer e sorrir, mas sei que agora já não tem nais graça. Sei que ainda sente falta daquelas madrugadas infinitas debaixo do edredom e das poesias deixadas sobre manto do nosso amor. Sei que sente falta das tantas coisas que me escrevia, que desnudava a sua alma de poeta, e eu, contente, aplaudia, para te dar razão de continuar. Sei que teus batimentos ainda falham, só por um segundo, quando se engana e na multidão vê alguém parecida com meu eu antigo. Sei que ainda se lembra de mim a cada gole de chá e que quando olha para xícara vazia, quase morre em meio à falta de nossas transbordantes conversas. Sei que ainda torce para que eu não desista de escrever e que espera ansioso pelo meu novo texto, só para ver se ainda encontra um pouco de mim, de você. Sei que ainda vê o quarto girando, quando deitado sozinho na escuridão faz juras que nunca mais lembrará de mim, de nós, mas um inofensivo desejo te consome, e assim dorme, querendo não querer... Sei, que ainda sabe o quanto eu sei de ti, mas mesmo assim você insiste em disfarçar, e em silêncio implora ao tempo para me apagar de vez... mas eu sei e você sabe, já que a vida quis assim, que nada nesse mundo levará você de mim...!!

Ainda sei.. .!!


Gisele Mulek




Um comentário:

ARTESÃO: CLÁUDIO LUCENA disse...

Tu ...

Sabe muito
Persistente no saber
Quando Tua Esperança
Veio a nascer
Disso gostaria Eu saber
Tanto assim irá prevalecer
Mente memorizada posso perceber
Lido aqui Eu fiz meu conhecer
Tomara seja em um novo amanhecer
Tudo posso ser visto
Segundo seu querer
Esperança jamais vai morrer
Deixo pra Ti meu jeito de ser
Não roube de mim o meu escrever
Querendo Tu saber faz o teu
Viver em ditas palavras merecer
Assim ficamos com nosso dizer
Tu diz dai Eu aqui vou bendizer

... ... ...

Tu faz segundo seu querer
Doidura minha em te escrever !!!
Amada ser tua Vida Abençoada !!!

Shalom pra Ti !!! !!! !!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...