.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Criança...


Nunca perca seu lado criança. Uma fruta madura demais apodrece...!!


☼☼☼☼


Sou dos Três..!!


Sou dos Três..!! 

Estive observando alguns comentários sobre este 'movimento', e com todo respeito com quem não concorda, e ainda diz "Deus é um", eu gostaria apenas de expor alguns fatos que me chamam atenção ao ler e estudar a bíblia e propor um pequena reflexão.

Não gosto muito de utilizar o termo 'trindade' até porque as pessoas que fazem uso dele sugerem a existência de três 'deuses' o que não é verdade. Eu creio na existência de três pessoas distintas que podem ser chamadas de 'Deus', mas creio em um só Deus (Efésios 4:6), assim o fato de afirmar que existem mais de uma pessoa divina, não sugere múltiplos deuses.

Sim, acredito na existência do Pai, Filho e Espírito Santo e creio que são pessoas distintas. Um exemplo que gosto de citar, do batismo de Jesus, vemos cada um desempenhar seu papel, concordando entre si, mas com ações distinto. Jesus (filho) subiu das águas; o Espírito desceu como pomba sobre ele; o Pai falou dos céus (Marcos 1:9-11).

Entre tantas passagens vejo nitidamente essa posição firmada. O Pai é maior do que o Filho (João 14:28). O Pai enviou e instruiu o Filho (João 14:24). No entanto Jesus não deixa de ser divino, ele é eterno e merecedor de adoração (João 1:1; João 8:24,58; Mateus 4:10; 14:33; 28:9,17; João 9:38; Hebreus 1:6; Apocalipse 5:9-14; etc.); E o Espírito Santo também é pessoa divina e não podemos negar a sua personalidade. O mesmo Pai que enviou Jesus enviou o Espírito (João 14:26). Jesus o chamou de "outro consolador", mostrando que ele pertence à mesma categoria que Jesus: uma pessoa divina (João 14:16), Espírito ensina (João 14:26); habita nos fiéis como o Pai e o Filho o fazem (João 14:17,23) e intercede como Cristo também o faz (Romanos 8:26,34). Vários textos apresentam o Pai, o Filho e o Espírito Santo como pessoas unidas mas distintas (Mateus 28:19; 2 Coríntios 13:14).

Assim, creio que seja impossível negar tais afirmações, pois a bíblia esta recheada desta verdade e os verdadeiros seguidores de Cristo entenderam até as coisas mais difíceis de entender (João 8:32; 17:17; Deuteronômio 29:29).

"A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém." (2 Coríntios 13:14).


Gisele Mulek


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Morada




Morada
Sandy


Como cortar pela raiz se ja deu flor
Como inventar um adeus se ja é amor
Como cortar pela raiz se ja deu flor
Como inventar um adeus se ja é amor

Não quero reescrever as nossas linhas
Que se não fossem tortas não teriam se encontrado
Não quero redescobrir a minha verdade
Se ela me parece tão mais minha quando é nossa

Como cortar pela raiz se ja deu flor
Como inventar um adeus se ja é amor
Como cortar pela raiz se ja deu flor
Como inventar um adeus se ja é amor

Não me deixe preencher com vazios
O espaço que é só teu
Não se encante em outro canto se aqui comigo
Você ja fez morada


♪♫♪♫♪♫



Uma linda canção para embalar seu inicio de semana.!!


Grande abraço a todos meus seguidores.


Gisele Mulek



terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sou só...


Minha verdade espantada é que eu sempre estive só e não sabia. Agora sei: sou só. Eu e minha liberdade que não sei usar. Grande responsabilidade é estar de braços dados com a solidão, que hora se extasia diante de fogos de artificio, outras se detêm em casulo fechado, lacrado, vivendo em uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor. E a dor, silêncio. E o silêncio, lembranças. E as lembranças, segredos. Guardo seu nome em segredo. Pois preciso de segredos para viver, só, em minha solidão...!!


Gisele Mulek


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Amor feiinho


Quero um amor feiinho, daqueles que acorda pela manhã com a cara amassada, sem batom vermelho, sem fantasia de novela; amor feiinho que não clama por beleza, porque por si só já é belo, faz do simples o extraordinário acontecer; amor feiinho daqueles que briga, que bate, que apanha, que faz cena de ciúmes, que sofre de saudade, e que ama com voracidade, que se entrega por inteiro, porque como diz o ditado o ‘amor é cego’ porque o amor que não for cego, não é amor.!!



Gisele Mulek

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Amor Verdadeiro...


Amor verdadeiro é símbolo mágico, é encontro de almas conhecidas, almas antigas, é o dom de demonstrar a paciência e a alegria, em pequenos gestos, em grandes encontros, é alimentar a semente da felicidade em gotas de doçura, de apoio e acalanto, de companhia e conforto. 

Quem conhece o amor verdadeiro jamais se engana com palavras fúteis ou promessas vagas, pois o verdadeiro amor não tem preço, não se encontra na esquina, nem se programa para próxima estação. Simplesmente acontece, em hora certa em momento oportuno, pois encontro marcado a vida reserva espaço, hora e local não importam, almas gêmeas dispostas ao amor sempre se encontram, e assim que se reconhecem o amor verdadeiro se instala por inteiro. 

Detectável, pois ele é generoso, compassivo, simples e traz a paz ao coração, provoca aquele friozinho na barriga, a euforia de um encontro, e a ansiedade na despedida, pois almas antigas se conectam pelo olhar, pelo cheiro, pela voz do coração que ecoa alto o som da afinidade.. é assim que acontece... quando é verdadeiro..!!


Gisele Mulek



segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Primeiro dia de aula...


Hoje acordei cedo, senti a brisa ainda fria da manhã, tive as energias revigoradas..! Primeiro dia de aula, levei minhas pequenas para escola, confesso um aperto no peito, daqueles bem apertado, pois é difícil admitir, mas a cada dia percebo que elas já não são tão minhas, como a gente teima querer que sejam; lá vão elas, para o mundo, onde não podemos controlar nada; "tchau mãe" e um beijo estalado no rosto, os amigos já a esperavam, saiu do carro apressada, sentindo-se dona de si... já a pequena com uma leve insegurança, pergunta "vai me levar até a sala, né mãe" afinal escola nova, pessoas novas, tomei-a pela mão e a levei até o portão onde os braços da nova professora imediatamente a acolheu, e então ela já nem lembrava mais do pedido que me fizera, com um sorriso e um aceno, virou-se e foi para seu novo mundinho, aprender, descobrir a vida; e eu, sentindo um orgulho imenso das filhas que tenho, entreguei elas nas mãos de Deus, segurei uma lagrima, coloquei um sorriso no rosto, e fui trabalhar, esperando ansiosa elas voltarem, ouvir as novidades, matar a saudade, e assim dia-a-dia tentar me acostumar, pois esse é o ciclo, pois é assim que a vida se renova...!!


Gisele Mulek


domingo, 9 de fevereiro de 2014

Sou assim...


Tenho lá minhas euforias, minhas manias, minhas melancolias, tenho meus momentos de solidão e aqueles surtos de emoção; tenho minhas músicas bregas, minha sintonia requintada; tenho meus choros bobos e meus risos inexplicáveis, pois o meu humor é daqueles que brinca de gangorra; minha simpatia se fecha atrás de uma timidez que é desnudada pelo olhar firme e sincero; tenho sorriso fácil, e lagrimas também que mesmo sem querer vez ou outra molham minha face, coisa de quem tem coração bobo; sou assim, sem muita definição, apenas sou humana, e isso, explica tudo...!


Gisele Mulek

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

I Just Called To Say I Love You


Eu Só Liguei Para Dizer Eu Amo Você
Stevie Wonder


Nenhum novo dia do ano para comemorar
Nenhum chocolate com açúcar cristalizado no centro para distribuir
Nenhum começo de primavera
Nenhuma canção para cantar
De fato é apenas um dia normal

Nenhuma chuva de abril
Nenhuma flor a desabrochar
Nenhum sábado com casamento no mês de junho
Mas o que é isso, é alguma coisa verdadeira
Feito destas três palavras que eu quero dizer a você

Eu só liguei para dizer eu amo você
Eu só liguei para dizer o quanto eu me importo
Eu só liguei para dizer eu amo você
E eu quero dizer isto do fundo do meu coração

Nenhum verão quente
Nenhum julho morno
Nenhuma luz da lua para colher uma noite tenra de agosto
Nenhuma brisa de outono
Nenhuma folha caindo
Nem mesmo tempo de os pássaros voarem para os céus do sul

Nenhuma constelação do sol
Nenhum dia das bruxas
Nenhum obrigado por toda alegria que você traz no Natal
Mas o que é isso, tão velho e tão novo
Para encher seu coração, como nenhuma das três palavras jamais fariam

Eu só liguei para dizer eu amo você
Eu só liguei para dizer o quanto eu me importo
Eu só liguei para dizer eu amo você
E eu quero dizer isto do fundo do meu coração


♪♫
♪♫
♪♫
♪♫





sábado, 1 de fevereiro de 2014

Ainda sei..


Sei que ainda espera por mim na mesma esquina, esquecida, sentado olhando as horas passar, numa espera que enfurece e castiga. Sei, também, que ainda me encontra dentro das músicas que compartilhávamos, e hoje ao escuta-lás a sós, te faz lembrar detalhes. Sei que continua lendo as minhas escritas despudoradas e que nelas, ainda procura algum indício desse nosso velho amor. Sei que ainda se lembra das minhas caretas chorosas e da minha cara enrugada, que te fazia amolecer e sorrir, mas sei que agora já não tem nais graça. Sei que ainda sente falta daquelas madrugadas infinitas debaixo do edredom e das poesias deixadas sobre manto do nosso amor. Sei que sente falta das tantas coisas que me escrevia, que desnudava a sua alma de poeta, e eu, contente, aplaudia, para te dar razão de continuar. Sei que teus batimentos ainda falham, só por um segundo, quando se engana e na multidão vê alguém parecida com meu eu antigo. Sei que ainda se lembra de mim a cada gole de chá e que quando olha para xícara vazia, quase morre em meio à falta de nossas transbordantes conversas. Sei que ainda torce para que eu não desista de escrever e que espera ansioso pelo meu novo texto, só para ver se ainda encontra um pouco de mim, de você. Sei que ainda vê o quarto girando, quando deitado sozinho na escuridão faz juras que nunca mais lembrará de mim, de nós, mas um inofensivo desejo te consome, e assim dorme, querendo não querer... Sei, que ainda sabe o quanto eu sei de ti, mas mesmo assim você insiste em disfarçar, e em silêncio implora ao tempo para me apagar de vez... mas eu sei e você sabe, já que a vida quis assim, que nada nesse mundo levará você de mim...!!

Ainda sei.. .!!


Gisele Mulek




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...