.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

domingo, 11 de agosto de 2013

Bom é ter "bom humor"


Um interessante artigo de uma revista especializada em psicologia, nos dá conta que uma das características mais comuns de pessoas "inteligentes" tanto de Q.I. quanto emocionalmente é o Bom Humor. Pessoas mal humoradas, rabugentas, que vivem emburradas, como se diz no interior, são pessoas carentes, emocionalmente inseguras, pobres de espírito.

Pessoas com as quais ao se conversar ou tratar temos que saber antes como está o seu humor, são pessoas fadadas ao fracasso no relacionamento interpessoal e portanto distantes do sucesso que tanto almejam. Então, abaixo o Mau Humor! Nada, absolutamente nada, justifica o mau humor no trabalho, na família, nas relações sociais. Ele só serve para afastar as pessoas. Chefes mal humorados distanciam-se de seus subordinados que com eles não querem falar, não querem comentar nada, evitam falar das coisas sérias do trabalho.

Subordinados mal humorados são horríveis. Os chefes acabam evitando essas pessoas e a cada dia que passa elas ficam mais distantes de uma promoção, criando um círculo vicioso - mau humor = fracasso = mau humor pelo fracasso. As pessoas que têm uma tendência para o mau humor devem fazer um esforço adicional para vencê-lo.

Pessoas mal humoradas tratam mal outras pessoas e isso deve ser evitado a qualquer custo. Pessoas mal humoradas são, via de regra, igualmente "reclamonas", sentem-se injustiçadas e tem um sentimento de auto-piedade que não pode ter lugar nos dias de hoje em que precisamos ter relações sociais positivas, proativas.

Gostaria que você fizesse uma auto-análise e visse se você, não está "viciado" em ser mal humorado. Há pessoas que pensam que ser mal humorado seja sinônimo de "seriedade". Nada mais falso. Lembre-se que o bom humor é um dos mais visíveis sinônimos de inteligência.

Lembre-se coisas boas atraem coisas boas, atitudes proativas sempre serão vistas e recompensadas com consequências de plena realização, então seja você quem for, ocupe o cargo que ocupar, ou no trato com a família e amigos, abuse do bom humor e perceba a grande diferença que isso fará..!!


Um ótimo domingo..!



Gisele Mulek










quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Boletim do Papai.!


Era quarta-feira, final do dia, por volta das oito horas. Cheguei a tempo na escola do meu filho –"Não se esqueçam de vir à reunião de amanhã, é obrigatória" – Foi o que a professora tinha dito no dia anterior. Pensei: "Que é o que essa professora pensa! Acha que podemos dispor facilmente do tempo que ela diz? Se ela soubesse quanto era importante a reunião que eu tinha as 8:30!” Dela dependia uma boa negociação e... tive que cancela-la! 

E lá estávamos nós, mães e pais, e a professora começou que em tempo agradeceu nossa presença e começo a falar. Não lembro quase nada do que ela disse, minha mente estava pensando em como ia resolver esse negocio tão importante, já imaginava comprando aquela televisão nova com o dinheiro. "João Rodrigues" – escutei de longe – "Não está o pai de João?" – disse a professora. "Sim, eu estou aqui" – contestei indo para receber o boletim escolar do meu filho. 

Voltei pro meu lugar e olhei aquele pedaço de papel, revoltado pensei: –"Para isso foi que eu vim? Que é isso?" O boletim estava cheio de seis e setes. Guardei rapidamente, para que ninguém visse como tinha se saído meu filho. De volta pra casa ia aumentando ainda mais minha raiva, cada vez que pensava: "Mas, se eu dou tudo pra ele, não tem faltando nada! Agora ele vai ver!" Cheguei, entrei em casa, fechei a porta com uma batida e gritei: "Vem pra aca João!" João estava no quintal, correu para abraçar-me. –"Papai!" – "Nada de papai!" o afastei de mim, tirei o meu cinturão e não lembro quantas vezes bati ao mesmo tempo em que falava o que pensava dele. – "Agora vai pro teu quarto!"

João foi chorando, sua face estava vermelha e a sua boca tremia. Minha esposa não falou nada, só mexeu a cabeça num gesto de negação e entrou na cozinha. Quando fui para cama, já mais tranquilo, minha esposa me entregou o boletim do João, que tinha ficado dentro do meu casaco, e disse: - "Leia devagar e depois pense numa decisão.."

Assim que pegou aquele pedaço de papel pode ler, bem no começo que estava escrito: BOLETIM DO PAPAI. 

"Pelo tempo que teu pai dedica para uma conversa contigo antes de dormir: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para brincar contigo: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para te ajudar com as tarefas: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para te levar num passeio com a família: 7; Pelo tempo que teu pai dedica para te ler um livro antes de dormir: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para te abraçar e te beijar: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para assistir televisão contigo: 7; Pelo tempo que teu pai dedica para escutar tuas dúvidas ou problemas: 6; Pelo tempo que teu pai dedica para te ensinar coisas: 7; Média: 6,22.

As crianças tinham qualificado aos pais. O meu deu para mim 6 e 7 (sinceramente eu tinha merecido 5 ou menos). Me levantei e corri para o quarto dele, o abracei e chorei. Teria gostado voltar no tempo... mas isso não foi possível. João abriu os olhos, ainda com os olhos inchados pelas lagrimas, e sorriu, me abraçou e disse: - "Eu te amo papai" fechou os olhos e dormiu. 


Esta semana comemoramos o dia dos pais, e isso me faz pensar que tipo de pais temos sido para nossos filhos? 

Antes que seja tarde, precisamos aprender a dar o valor certo àquilo que é mais importante em relação a eles, já que disso depende o sucesso ou fracasso de suas vidas. Pense, qual seria a qualificação que seu filho daria para você hoje?

A vida é feita dos detalhes, das coisas simples, por isso de valor ao que realmente tem valor..!


Gisele Mulek



terça-feira, 6 de agosto de 2013

Devaneios....


Sei que não.. e não mais importa. Pois o amor deixa de ser amor se precisa ser exigido. Não quero pedir, muito menos implorar por coisa alguma, não quero dizer uma palavra que demonstre súplica, não confesso mais meus medos nem minhas desesperanças, esta não sou mais eu. Aprendi a guardar carinho com a dureza das pedras... Não me ame mais do que ontem, deixe que eu seja só o que fui até agora. Para ultrapassar arriscaríamos mudar o destino, e destino não muda trajetória..!! Por causa de você desenfeitei minha paisagem, desaprendi o gosto dos domingos. E agora tua falta é também minha falta, dividimos então a ausência. Acho que você deu apenas muitas palavras, e o delírio de imaginá-las concretizadas me deixa em ciclos. E me pergunto, qual foi a última vez que fomos verdadeiros?


Devaneios de uma coração quase adormecido....


Gisele Mulek




domingo, 4 de agosto de 2013

Alma Gêmea.!


"As pessoas acham que a alma gêmea é o encaixe perfeito, porque é isso que todo mundo quer. Mas a verdadeira alma gêmea é um espelho, é a pessoa que mostra tudo que está prendendo você, é a pessoa que te liberta, a pessoa que chama a sua atenção para você mesmo, para que você possa mudar sua vida. Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer. Almas Gêmeas derrubam as suas paredes e lhe acordam com um tapa. Mas viver com uma alma gêmea para sempre? Não. Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida para revelar a você uma outra camada de você mesmo, e depois vão embora, sem adeus, apenas vão, deixando um pouco de si, levando um tanto de nós."


Baseado no livro "Comer, Rezar e Amar"



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...