.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

sábado, 29 de dezembro de 2012

Desistir as vezes é necessário..!



É muito fácil usar da filosofia de que “tudo vai dar certo” e acreditar que tudo se resolve por si só, que basta um jeitinho, um tempinho e pronto, fim dos problemas, mais fácil ainda é dar opinião e criticar as atitudes do outro; eu mesma sou ótima nisso, sempre tenho opinião e acho solução pra tudo, exceto quando se trata de mim, ai complica.

Sou critica e exigente por natureza, observadora nata e isso faz de mim alguém extremamente detalhista, algumas pessoas chamam isso de frieza, eu prefiro denominar de cautela. Claro que às vezes a ousadia toma conta, mais sempre refletindo muito sobre tudo, afinal até para jogar a toalha é preciso coragem.

Já consideraram a opção de perder por W.O, jogar a toalha, melhor dizendo, de desistir do jogo? Algo sensato? Pode parecer covarde em algumas situações, mas para outras é a melhor opção. Sabe aqueles jogos de final de campeonato onde está tudo empatado, você perdeu algumas partidas o adversário também, e quando chegam os últimos jogos você sente seu corpo e mente completamente debilitado, já não sabe pra onde correr, não consegue pensar em nenhuma estratégia, e está tão cansado de dar o seu melhor e não obter os resultados almejados, que começa a cogitar a possibilidade de jogar tudo pro alto, mas a consciência sempre pesa, afinal foram anos de treinamento, e você pensa “como jogar tudo para o alto, perdi meu tempo em prol de nada. Já cheguei até aqui, agora vou até o final”.

Eu usei uma metáfora para ilustrar um pensamento que pode acontecer em diversas situações, seja ela no lado profissional ou emocional, Tudo na vida tem dois ou mais caminhos, quem tem que analisar se realmente vale à pena ir até o final é você, às vezes desistir é a melhor opção, não adianta ficar lutando e tentando corrigir o que não tem solução. Claro que a duvida sempre martela nossa cabeça: Tipo e se eu tivesse feito tal coisa será que teria tido um resultado diferente? Talvez, mas na maioria dos casos eu acredito que não, se você já tentou diversas vezes e não conseguiu chegar a lugar nenhum e não houve mudança, sinto lhe informar, que você vai continuar do mesmo jeito para sempre. Ainda mais se tratando de pessoas, ninguém muda por ninguém. Por isso a necessidade de sair do ciclo vicioso e abrir a cabeça para novas possibilidades, nenhuma mudança é fácil, mas se não for feita você vai continuar infeliz pelas mesmas coisas e não adianta ficar reclamando, já dizia o sábio “Seja a mudança que você quer ver.”

Sim, eu já trai minha opinião varias vezes e aprendi depois de muito quebrar a cara que a duvida não me leva a lugar algum, entendi que se algo não muda depois de diversas tentativas é porque não mudará nunca. De todos os males o pior é a rotina, o costume, e se conformar com algo que só lhe machuca não vale a pena.

Deixar o conformismo, o medo e tentar o novo pode ser um pouco assustador mais é a opção mais favorável, pois no fim você percebe que não há nada melhor que sentir seu corpo e mente vibrando pela busca do novo com a liberdade de viver a verdade.

Nessa vida apenas não desista de você mesmo, o resto tudo é passível de considerações.


"Às vezes mais vale desistir do que insistir, esquecer do que querer, arrumar do que cultivar, anular do que desejar. No ar talvez fique a dúvida se fizemos bem, mas pelo menos temos a paz de ter feito aquilo que devia ser feito."



Desejo um ótimo sábado a todos.


Gisele Mulek



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...