.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

sábado, 29 de setembro de 2012

Amar é descobrir os avessos..


"Amar é descobrir os avessos. É olhar o outro lado, o nunca visto, o não investigado. Amar é exercício de investigação, de constante e atenta observância. Só o observar silencioso da existência nos capacita para uma formulação de palavras... Só pode dizer alguma coisa sobre uma pessoa, aquele que soube demorar, que soube ficar, permanecer, vigiar, descobrir.As palavras reveladoras só nascem depois da observação silenciosa.

Uma mulher não se sente amada no momento em que o homem a proporciona uma noite de amor apenas... Mas sobretudo no momento em que se sentam à mesa de um restaurante, e sem que ela diga nada ele lhe pede o prato favorito, assim amar é descobrir os gostos, os sabores particulares, os desejos mais ocultos. Amar é saber a cor favorita, o número que calça os pés, o que causa medo e o que encoraja...

Hoje fiquei pensando... Meu pai morreu sem que eu soubesse qual era sua cor favorita."

Pe. Fábio de Melo

*****


sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Quero a essência e não só a aparência...!



Contei meus anos e descobri
Que terei menos tempo para viver do que já tive até agora
Tenho muito mais passado do que futuro
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de jabuticabas
As primeiras, ele chupou displicentemente
Mas, percebendo que faltam poucas, rói o caroço

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades
Inquieto-me com os invejosos tentando destruir quem eles admiram
Cobiçando seus lugares, talento e sorte
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas
As pessoas não debatem conteúdo, apenas rótulos
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos

Quero a essência.... Minha alma tem pressa....
Sem muitas jabuticabas na bacia
Quero viver ao lado de gente humana... muito humana
Que não foge de sua mortalidade
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade....

Rubem Alves



domingo, 23 de setembro de 2012

Primavera...



É o inverno despediu-se, estamos mais uma vez iniciando a primavera; sim já postei aqui algumas vezes que esta é a estação que mais me agrada, seja lá pelo que for, com certeza os ipês amarelos floridos aqui em minha cidade, estão lindos rs...

Gosto da primavera, do colorido, do cheiro, dos pássaros, das borboletas que saem dos casulos e enfeita os jardins mostrando que a vida se renova a cada estação, ensinando que basta ser forte e enfrentar os invernos existências da alma, e lutar contra o frio atribuído por pessoas gélidas de espírito, porque a primavera sempre brota.

Não é a toa que se diz que o choro pode durar uma noite, mais a alegria vem pela manha, sim o inverno dura uma estação, mais a primavera sempre surge, linda e exuberante, basta apenas saber saboreá-la.

Por isso abra a janela, deixe a luz do sol entrar, deixe o perfume das flores inundar sua casa, aproveite os amanheceres de céu azul, os entardeceres coloridos, ouça os pássaros cantarem, viva e deixe a frieza de lado, deixe o calor do verão que se aproxima aquecer seu astral, e seja feliz.

Uma ótima primavera pra você.

Gisele Mulek


sábado, 22 de setembro de 2012

Sabedoria x Ignorância



Um rato saiu de manhã para trabalhar e no caminho cruzou com um caracol. Muitas horas depois, após um dia exaustivo em que teve que batalhar arduamente para caçar sua comida e escapar de seus predadores, o rato retornou exausto. E notou que o caracol não havia se movido mais que dois metros.

O rato parou e comentou que se sentia compadecido pelo fato de o caracol ter uma vida tão monótona, tão sem emoções, enquanto ele, rato, conseguira viver, em apenas um dia, aventuras que o caracol não viveria em toda existência.

"Emérito rato", disse o caracol, "como tenho bastante tempo para observar e refletir, permita-me oferecer-lhe alguns dados comparativos entre nossas espécies, que talvez possam ajudá-lo a rever o seu ponto de vista. Caracóis têm casa própria e ratos são escorraçados de todos os lugares aonde chegam.

Caracóis vivem em jardins e ratos, em esgotos. O alimento dos caracóis está sempre ao alcance, enquanto ratos precisam caminhar horas e horas para encontrar comida. Por isso, caracóis podem passar o dia apreciando a natureza, ao passo que ratos não podem se descuidar nem por um segundo. E não por acaso, caracóis vivem cinco anos. Dois a mais que os ratos."

O rato ouviu a tudo atentamente. Ponderou que o caracol tinha razão em tudo o que havia dito e, com uma violenta pisada, esmagou o caracol contra o chão.

Felizmente o solo era fofo o suficiente para que o caracol sobrevivesse. Mas ele aprendeu uma pequena lição que lhe seria útil pelo resto da carreira. Por mais razão que você tenha, nunca tente provar a alguém que se acha o máximo, que ele não é nada daquilo. Porque não há negócio pior do que oferecer sabedoria a quem só pode pagar com ignorância.

Max Gehringer


****

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Feito criança...


Deixe-me gostar de você feito criança porque descobri que é o único jeito que consigo gostar de verdade, sem confusão, sem hipocrisia. Deixe-me gostar de você da forma mais simples, sem porquês, sem perguntas, sem articulações.

Se eu ou você pensarmos muito e nos colocarmos sob o crivo da razão, teremos que ver entre as nossas qualidades também os nossos defeitos. Teremos que ver a treva que coabita com a nossa luz. Então deixe-me gostar de você como criança. Criança gosta sem pensar.

Deixe-me gostar de você sem cobranças, sem compromissos que não sejam aqueles que nós dois estabelecemos para nós mesmos e não aqueles que os homens inventaram que devemos seguir à risca, toda vez que resolvemos gostar. Deixe-me gostar de você da forma mais inocente que eu puder.

Neste gostar permita-me descartar toda a cultura, filosofia, modismos, conceitos ou preconceitos, dogmas, todo e qualquer mandamento ou imposição que venham de fora. Quero apenas ouvir meu coração, assim como quero que você ouça o seu.

Se eu ficar com você um minuto, uma semana, um mês ou um ano, que seja pelo real prazer de ficar, pois aprendi que não é a duração, mas a qualidade que transforma um único minuto numa experiência com gosto de eternidade. Deixe-me gostar de você sem expectativa, sem planos para o futuro, sem gaiolas que limitem o meu querer porque o futuro é tão incerto e nunca é do jeito que pensamos. Se nos gostarmos de verdade, é possível que haja muitas ações no presente, e é só isto o que verdadeiramente importa.

Acima de tudo, deixe-me gostar de você deixando-o completamente livre para ficar ou para partir. Deixe-me gostar de você sem máscaras e sem verniz. E se um dia eu disser adeus e partir, creia, será no exato momento em que descobrir que já não sou mais capaz de me fazer ou de te fazer feliz. 


****

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Se...


Se eu corro meu final sempre é você
Se eu fico meu refúgio é você
Se eu chorar meu consolo é você

Se eu sorrir porque meu  encanto é você
Se eu dormir porque meu rílex é você
Se eu acordar porque meu amanhecer é você

Se eu escrevo minha inspiração é você
Se eu falo minhas palavras saem porque meu coração é você
Se eu respiro o meu oxigênio meu folego é você

Se tenho medo porque é difícil imaginar viver sem você
Se tenho esperança porque minha vida é você
Se inovo porque meu entusiasmo é você

Se renuncio porque minha prioridade é você
Se te respeito porque minha essência é você
Se vivo porque tenho você

E se um dia vida me tirar você.. eu partir.. ou morrer...
Cada detalhe dessa historia será testemunha que amei você..!




****

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Acontecimento..


"Não foi desejo. Nem vontade, nem curiosidade, nem nada disso. Foi um choque elétrico meio que de surpresa, desses que te deixa com o corpo arrepiado, coração batendo acelerado e cabelo em pé. Foi sentimento. Não foi planejado, nem premeditado. Foi só um querer estar perto e cuidar, tomar todas as dores e lágrimas como se fossem suas. A vontade e o desejo vieram depois, bem depois. Não foi um lance de corpo, foi um lance de alma. Não foram os olhos, nem os sorrisos, nem o jeito de andar ou de se vestir, foram as palavras. Uma saudade e uma urgência daquilo que nunca se teve mas era como se já tivesse tido antes. Foi amor. É amor."

-Tati Bernardi-
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...