.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Ano Novo..!



Mais uma etapa concluída, mais um ano que passou, estou aqui para agradecer a Deus por este ano de 2012, apesar das dificuldades posso dizer que foi um ano de conquistas e de vitórias, onde pude mais uma vez ver a fidelidade de Deus em minha vida.

Quero com carinho desejar a todos boas festas, uma excelente passagem de ano, um 2013 com muita saúde, paz e amor; que possamos sempre encontrar o melhor caminho e que este seja trilhado com muita fé capaz de nos fazer transpor obstáculos e ser feliz, que possamos ter coragem para enfrentas as dificuldades, que tenhamos perseverança para jamais desistir de nossos sonhos e esperança para que a cada novo dia possamos ver novos horizontes.

Que a cada dia desse novo ano possamos aprender com nossos acertos ou nossos erros, pois o importante é viver intensamente cada momento, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus.


Um Feliz Ano Novo para todos..!!


Gisele Mulek


☼☼☼☼

domingo, 30 de dezembro de 2012

Estrelas....



''Eu amarei a luz porque ela me mostra o caminho, 
mas eu vou aguentar a escuridão porque ela me mostra as estrelas.''


sábado, 29 de dezembro de 2012

Desistir as vezes é necessário..!



É muito fácil usar da filosofia de que “tudo vai dar certo” e acreditar que tudo se resolve por si só, que basta um jeitinho, um tempinho e pronto, fim dos problemas, mais fácil ainda é dar opinião e criticar as atitudes do outro; eu mesma sou ótima nisso, sempre tenho opinião e acho solução pra tudo, exceto quando se trata de mim, ai complica.

Sou critica e exigente por natureza, observadora nata e isso faz de mim alguém extremamente detalhista, algumas pessoas chamam isso de frieza, eu prefiro denominar de cautela. Claro que às vezes a ousadia toma conta, mais sempre refletindo muito sobre tudo, afinal até para jogar a toalha é preciso coragem.

Já consideraram a opção de perder por W.O, jogar a toalha, melhor dizendo, de desistir do jogo? Algo sensato? Pode parecer covarde em algumas situações, mas para outras é a melhor opção. Sabe aqueles jogos de final de campeonato onde está tudo empatado, você perdeu algumas partidas o adversário também, e quando chegam os últimos jogos você sente seu corpo e mente completamente debilitado, já não sabe pra onde correr, não consegue pensar em nenhuma estratégia, e está tão cansado de dar o seu melhor e não obter os resultados almejados, que começa a cogitar a possibilidade de jogar tudo pro alto, mas a consciência sempre pesa, afinal foram anos de treinamento, e você pensa “como jogar tudo para o alto, perdi meu tempo em prol de nada. Já cheguei até aqui, agora vou até o final”.

Eu usei uma metáfora para ilustrar um pensamento que pode acontecer em diversas situações, seja ela no lado profissional ou emocional, Tudo na vida tem dois ou mais caminhos, quem tem que analisar se realmente vale à pena ir até o final é você, às vezes desistir é a melhor opção, não adianta ficar lutando e tentando corrigir o que não tem solução. Claro que a duvida sempre martela nossa cabeça: Tipo e se eu tivesse feito tal coisa será que teria tido um resultado diferente? Talvez, mas na maioria dos casos eu acredito que não, se você já tentou diversas vezes e não conseguiu chegar a lugar nenhum e não houve mudança, sinto lhe informar, que você vai continuar do mesmo jeito para sempre. Ainda mais se tratando de pessoas, ninguém muda por ninguém. Por isso a necessidade de sair do ciclo vicioso e abrir a cabeça para novas possibilidades, nenhuma mudança é fácil, mas se não for feita você vai continuar infeliz pelas mesmas coisas e não adianta ficar reclamando, já dizia o sábio “Seja a mudança que você quer ver.”

Sim, eu já trai minha opinião varias vezes e aprendi depois de muito quebrar a cara que a duvida não me leva a lugar algum, entendi que se algo não muda depois de diversas tentativas é porque não mudará nunca. De todos os males o pior é a rotina, o costume, e se conformar com algo que só lhe machuca não vale a pena.

Deixar o conformismo, o medo e tentar o novo pode ser um pouco assustador mais é a opção mais favorável, pois no fim você percebe que não há nada melhor que sentir seu corpo e mente vibrando pela busca do novo com a liberdade de viver a verdade.

Nessa vida apenas não desista de você mesmo, o resto tudo é passível de considerações.


"Às vezes mais vale desistir do que insistir, esquecer do que querer, arrumar do que cultivar, anular do que desejar. No ar talvez fique a dúvida se fizemos bem, mas pelo menos temos a paz de ter feito aquilo que devia ser feito."



Desejo um ótimo sábado a todos.


Gisele Mulek



sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Era assim...



"Eu era sua, a sua menina, a sua criança, a sua mulher, a sua parceira, a sua namorada sensível e chorona. Era a sua melhor amiga (…) eu era a mulher que esperava sofridamente você voltar, mas nunca deixou de te amar mesmo quando você ia... Agora já nem sei quem sou.. pois não deixo de olhar no espelho e te ver em mim, de ver uma metade da gente, uma metade de sonho.. Sim, é assim, pois se antes de você aparecer eu já te amava, já te esperava, como posso agora depois de ver a sua forma o seu sorriso deixar de te amar?" 

Corra para onde quiser, mais saiba que sempre estarás em mim..!!






Esquecer...!

''Se sou amado, quanto mais amado mais correspondo ao amor. 
Se sou esquecido, devo esquecer também, 
pois amor é feito espelho: tem que ter reflexo.''


Escolhas...


"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação... 
Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."


quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

A felicidade...


“Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos certeza de que: Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.”

Carlos Drummond de Andrade

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Um Minuto Para o Fim do Mundo



Me sinto só, mas quem é que nunca se sentiu assim
Procurando um caminho pra seguir,
Uma direção - respostas
Um minuto para o fim do mundo,
Toda sua vida em 60 segundos
Uma volta no ponteiro do relógio pra viver

O tempo corre contra mim
Sempre foi assim e sempre vai ser
Vivendo apenas pra vencer a falta que me faz você
De olhos fechados eu tento esconder a dor agora
Por favor entenda eu preciso ir embora porque

Quando estou com você
Sinto meu mundo acabar,
Perco o chão sobre os meus pés
Me falta o ar pra respirar
E só de pensar em te perder por um segundo,
Eu sei que isso é o fim do mundo

Volto o relógio para trás tentando adiar o fim,
Tentando esconder o medo de te perder quando me sinto assim
De olhos fechados eu tento enganar meu coração
Fugir pra outro lugar em uma outra direção porque

Quando estou com você
Sinto meu mundo acabar
Perco o chão sobre os meus pés
Me falta o ar pra respirar
E só de pensar em te perder por um segundo
Eu sei que isso é o fim do mundo

Eu sei que isso é o fim do mundo
Eu sei que isso é o fim
Eu sei que isso é o fim
Eu sei que isso é o fim do mundo!

CPM 22

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Fim do mundo...



Sim.. eu acredito que o mundo vai acabar..!! Mais creio que não hoje, nem amanha.. mais um dia que ninguém sabe qual é..!! Porque primeiro eu creio em Deus, e em sua palavra; onde diz:

“Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?” (Números 23:19)

“Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. (...) daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. (...); porque não sabeis quando chegará o tempo.” (Marcos 13:31-33)

Portanto acredito em Deus, que criou os céus e a terra, que criou o homem e toda criatura vivente, inclusive a civilização maia..!!

Sendo assim, viva, e deixe cada coisa em seu tempo acontecer.. porque o amanha somente a Deus pertence..!!


Gisele Mulek

O que fazer...



O que fazer quando a vida perde o sentido, e o choro vem sem motivo, ou melhor, sem motivo aparente, ou um motivo que as pessoas em volta entendam; O que fazer quando o coração grita, e parece que vai explodir, te tanta dor; O que fazer quando a gente já não se reconhece, pois perdeu parte de si mesmo.

O que fazer quando as lembranças atiçam os sentidos trazendo saudade que tira o sono a noite, e atormenta o dia; O que fazer quando tudo o que se quer, é não querer tanto assim; O que fazer quando a distancia afasta o corpo, mais aproxima a alma, e traz a certeza de o que se sente é eterno.....

É, tem vezes que a vida cansa, perde o brilho, o viço, a cor.. e aos poucos a gente vai morrendo..! E o que fazer..? Ainda não sei..!! Apenas sei que sinto, e já não me sinto, vou disfarçando, e assim faço de conta que vivo..!!


Gisele Mulek

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Mesmo sem entender..!




"E, Deus, porque sou tão pequenino assim
Vou ficar quetinho aqui em seu colo
Esperando o tempo certo de tudo
Porque eu sei que vais cuidar de mim
E o seu melhor está por vir
Eu sei que é o melhor pra mim"


domingo, 16 de dezembro de 2012

Para sempre...


Eu me comprometo a te amar intensamente em todas as suas formas, agora e sempre..! Eu prometo nunca esquecer que esse é um amor para toda a eternidade e que só acontece uma vez na vida. Tendo sempre a certeza, do fundo da minha alma, que não importa os desafios que cause a nossa separação, sempre encontraremos o caminho de volta para o outro..!!

Filme Para Sempre....

sábado, 15 de dezembro de 2012

Metade...



Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca; 
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio...
Que a música que eu ouço ao longe
Seja linda, ainda que tristeza;
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada 
Mesmo que distante;
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade...
Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
E nem repetidas com fervor,
Apenas respeitadas como a única coisa que resta 
A um homem inundado de sentimentos;
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo...
Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
E que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada;
Porque metade de mim é o que penso 
Mas a outra metade é um vulcão...
Que o medo da solidão se afaste
E que o convívio comigo mesmo
Se torne ao menos suportável;
Que o espelho reflita em meu rosto
Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei...
Que não seja preciso mais do que uma simples
alegria  para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço...
Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para faze-la florescer;
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção...
E que a minha loucura seja perdoada 
Porque metade de mim é amor
E a outra metade... também


Oswaldo Montenegro

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

sábado, 1 de dezembro de 2012

Saudades...


...E se os nossos caminhos forem diferentes, 
promete me encontrar no final!???


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Complicado...



“Amar de longe não é fácil. É complicado não acordar com aquele cheiro, aquele calor do corpo, aquele abraço. É doloroso não ter aquela voz no ouvido, aquele colo, aquela risada boa e boba. Pode ser logo ali, ou naquela cidade que fica a quarenta e cinco minutos de avião. Pode ser lá longe, em outro país. Pode ser em outro estado. Pode ser do outro lado do oceano. Não importa: a saudade arde. Mas serve para nos mostrar como o outro é importante. Serve para mostrar como pequenas coisas fazem falta. A saudade faz a gente prestar mais atenção no outro. E, principalmente, a saudade mostra o que é de verdade. Porque só os amores guerreiros sobrevivem ao tempo e à distância.”

-Clarissa Corrêa-

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Pão & Pão...



O homem não vive só de pão, embora sem pão seu corpo morra e sua alma perca o prazer. Então, o homem vive também de pão...

Pão, todavia, sem alma que o aprecie, é apenas remédio para o corpo...

O livro do Eclesiastes pergunta:

“Separado de Deus [...] quem pode comer, beber ou se alegrar?”

Ora, com isto se está afirmando que Deus é que dá prazer e sentido ao ato de sobreviver ou de viver; pois, sem Deus na vida, tudo é apenas “remédio” para a sobrevivência...

O homem de fato come sentido, bebe significados, beija representações o tempo todo... Pão faz bem, mas quem não gosta de uma gordurinha na carne assada, mesmo que o colesterol suba?...

Quando a gente vê uma pessoa “lúcida” fazendo algo que lhe seja prejudicial à saúde, imediatamente a gente pergunta/afirmando: “Mas como? Essa pessoa sabe que isso faz mal!...”

A pessoa que “sabe” [...] e decide que mesmo sabendo da existência de algum elemento que lhe faça mal no que coma [...], comerá assim mesmo [...], assim faz em razão de um prazer do qual sua alma também se alimenta [...]; o que leva a pessoa a ingerir ou provar algo [...] mesmo que isto lhe tire estatisticamente alguns anos de vida; posto que assim proceda em razão de uma necessidade psicológica de alimentar-se não apenas de comida, mas de prazer e de compensações...

Quando Jesus afirmou que “nem só de pão vive o homem, mas [também,] de toda Palavra que sai da boca de Deus”, Ele nos dizia a mesma coisa, porém com uma diferença: Ele reconhecia a necessidade humana de transcender ao elemento imediato de necessidade/gratificação [o pão], mas afirmava que somente a transcendência que se harmonizasse com a Palavra que sai da boca de Deus é que realiza a necessidade de gratificação do homem sem lhe fazer mal.

Ora, eu vejo o quanto como da Palavra que sai da boca de Deus, não apenas por aquilo que nela eu “aprovo” como verdade/prática da minha vida; mas, além disso, vejo se creio mesmo na Palavra ou não também naquilo que eu sei que não sai da boca de Deus, embora para mim seja algo que saindo ou não da boca de Deus eu não consiga deixar fora da minha vida e consumo.

Os prazeres que fazem bem se diferenciam dos que fazem mal apenas por isto: os que fazem bem saem da boca de Deus e os que fazem mal apenas entram pela boca do homem por terem se instalado antes em seu próprio coração como necessidade/ilusiva...

Por isto se diz:

“Alegra-te na tua juventude [...] e anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos... Sabe, porém, que de tudo prestarás conta!”

Assim, há o estimulo para que eu não viva só de pão, ao mesmo tempo em que se diz que aquilo que não seja pão deve alimentar de modo sadio as demais dimensões do ser como se pão fosse...

Sim! Para Jesus tudo é muito simples!

Pense nisso!...





segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Pai...!



“Ser pai não é partilhar o sangue pela procriação, mais doar do próprio sangue por aquele que te chama de pai, e que acredita que tu o amas como filho.”


domingo, 18 de novembro de 2012

Loucos...??




Sabe porque os loucos existem?
Eles existem pra fazer o que os lúcidos não tem coragem de fazer..!



sábado, 17 de novembro de 2012

"Deus Seja Louvado"


"Um pedido dos Ateus fez a Presidente Dilma mandar o Banco Central retirar a frase "Deus seja louvado" das cédulas de real. Os religiosos não gostaram e estão protestando para que o governo mantenha a frase e prendam os Ateus. No pedido, formulado pelos Ateus, foi requerido também substituição da frase "Deus seja louvado" por "Deus não existe", mas o pedido foi negado pela Presidente Dilma. "O Brasil é um país religioso, se eu coloco a frase "Deus não existe" nas cédulas quem deixará de existir serei eu", disse." 


Este é apenas um alerta, que muitos de nos nem sequer toma conhecimento, tantas coisas neste país para mudar, para fazer, e as pessoas se importam em mexer em algo que não incomoda, muito pelo contrario, enaltece o nome de Deus, e a bíblia diz, "feliz a nação cujo Deus é o Senhor."

Para atender o pedido de um "ateu" muda-se até o dinheiro de um país?? Que país é esse?? E o pedido do povo cristão?? 

Direito de um que fere o direito do outro, não é direito..!!

Pense nisso.

Gisele Mulek




sábado, 3 de novembro de 2012

Despedir-se....


"Despedir-se de um amor não é fácil é como despedir-se de si mesmo. 
É conviver com um vazio permanente dentro da gente.
Mais é preciso aprender que assim como as flores, 
que mesmo belas e exuberantes,
ao seu fim murcham, secam e morrem."

*****

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

"Pátria Madrasta Vil"


"Pátria Madrasta Vil"

Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência. Exagero de escassez. Contraditórios?? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.

Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade. O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.

Há quem diga que "dos filhos deste solo és mãe gentil", mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.

A minha mãe não "tapa o sol com a peneira". Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica. E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. 

Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa.

A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra. Sem nenhuma contradição!

É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!

A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão.

Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa). Mas estão elas preparadas para isso?

Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.

Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos.

Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente? Ou como bicho?


"Como vencer a pobreza e a desigualdade." - Tema de um concurso realizado pela UNESCO onde concorreu outros 50 mil estudantes universitários; a estudante de direito Clarice Zeitel, de 26 anos, da UFRJ, recebeu o prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.  A redação de Clarice intitulada "Pátria Madrasta Vil" foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.


****


Gostei muito deste texto, nos faz pensar o que queremos e o que efetivamente estamos fazendo para que algo aconteça. Nestes dias de eleição ouvi muita gente dizer, meu voto é nulo, porque não tem ninguém para votar mesmo, e pergunto porque não tem??

Porque estamos acostumados a engolir o que há, a suportar o que nos impõe  não questionamos, não inquerimos; queremos mudanças, mas nos acomodamos, queremos justiça, mas não buscamos, queremos mais médicos e  mais saúde,  mais segurança, mais educação, mas poucos de nos sequer lembramos em quem votamos em eleições passadas.??

Em fim, apenas para refletir, pois seja em grande escala, ou mesmo em sua vida pessoal, não se acomode, corra atras de seus objetivos, seus direitos, afinal já dizia o sábio "precisamos ser a mudança que queremos ver".

Um ótimo dia para todos.

Gisele Mulek




quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Tudo Bem...



Tudo Bem
Lulu Santos

Já não tenho dedos pra contar
De quantos barrancos despenquei
E quantas pedras me atiraram
Ou quantas atirei
Tanta farpa tanta mentira
Tanta falta do que dizer
Nem sempre é "so easy" se viver

Hoje eu não consigo mais me lembrar
De quantas janelas me atirei
E quanto rastro de incompreensão
Eu já deixei
Tantos bons quanto maus motivos
Tantas vezes desilusão
Quase nunca a vida é um balão

Mas o teu amor me cura
De uma loucura qualquer
É encostar no seu peito
E se isso for algum defeito
Por mim tudo bem, tudo bem


sábado, 20 de outubro de 2012

Mudei....


Sim o tempo passou e eu mudei.. mudei porque amadureci.. cresci, reconheço isso não é para todos; mudei porque passei por tantas e tão diversas experiências, que consegui aprender com meus próprios erros.. mudei porque me decepcionei com amigos,  com amores.. que percebi nem eram tão amigos nem tão amores assim; mudei porque conheci pessoas tão especias que fui capaz de me inspirar por elas e me espelhar nelas para me tornar uma pessoa diferente, talvez uma pessoa melhor.. me reconhecer.. me descobrir.. ser eu mesma; segui em frente tirei a poeira dos pés e o tempo passou, eu mudei e nem tudo e nem todos me acompanharam, mas o importante é que tudo ate aqui valeu a pena... como diz a canção.. se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi...!!

Desejo um ótimo sábado a todos..


Gisele Mulek

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Quer saber...


Se quer saber minha opinião, nunca é tarde demais ou, cedo demais pra ser quem quiser ser. Não há limite de tempo. Comece quando você quiser. Você pode mudar ou ficar como está. Não há regras pra esse tipo de coisa. Podemos encarar a vida de forma positiva ou negativa. Espero que você encare de forma positiva. Espero que veja coisas que surpreendam você. Espero que sinta coisas que nunca sentiu antes. Espero que conheça pessoas com um ponto de vista diferente. Espero que tenha uma vida na qual se orgulhe, e se você descobrir que não tem… espero que tenha forças pra conseguir começar novamente...

Do filme "O curioso caso de Benjamim Button"

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Adoro flores....


"Adoro flores, apesar de saber que elas têm um ciclo: agradam, alegram, embelezam, murcham, morrem e são jogadas fora. Mais mantém o ambiente bonito por pouco tempo. E nós, perecíveis? Apesar do esforço botoxal, sei não. Somos perecíveis, apodrecemos com o tempo. Tenho pena - muita pena, friso bem - de gente que já nasceu podre. Sigo adorando flores do mesmo jeito que sigo adorando pessoas. Preciso aprender que certas pessoas não merecem destaque na nossa vida, em contrapartida as flores sempre merecerão o melhor lugar na nossa varanda."

-Clarissa Corrêa-

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Quem vence..????


Uma noite, um velho índio contou ao seu neto sobre uma batalha que acontece dentro das pessoas. Ele disse:

Meu filho, a batalha é entre dois lobos dentro de todos nós.

Um é mau: é a raiva, a inveja, o ciúme, a tristeza, o desgosto, a cobiça, a arrogância, a pena de si mesmo, a culpa, o ressentimento, a inferioridade, as mentiras, o orgulho falso, a superioridade e o ego.

O outro é bom: é a alegria, a paz, a esperança, a serenidade, a humildade, a bondade, a benevolência, a empatia, a generosidade, a verdade, a compaixão e a fé.

O neto pensou naquilo por alguns minutos e perguntou ao seu avô:
- Qual o lobo que vence?

O velho simplesmente respondeu:
- O que você mais alimenta.


Pense nisso!! 


Um ótimo dia pra você!


Gisele Mulek

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Provérbios 6:5


"Livra-te, como a gazela, da mão do caçador e, como a ave, da mão do passarinheiro." - Provérbios 6:5


Se a presa soubesse que o caçador quer agarrá-la, nunca seria caçada. Se a ave percebesse que o passarinheiro quer prendê-la, fugiria para longe. Mas a arma do caçador é a astúcia. Com sutileza, aproxima-se. Chega perto sorrateiramente, e quando a vítima percebe o perigo, já é tarde. A liberdade acabou e, muitas vezes, perde-se a própria vida.

“Livra-te!”, esse é o conselho desse provérbio. Há muitos passarinheiros espreitando a sua vida. São pequenos hábitos que se transformam em vícios, pensamentos negativos que viram ações, sentimentos doentios que se traduzem em atos e que acabam destruindo os valores, ideais e sonhos. Se você pudesse identificá-los à primeira vista, certamente fugiria. Mas se você se aproximar sem a devida advertência, não os verá como ameaça. 

Chegam, ocupam um lugar na sua mente, acomodam-se em seu coração, aderem-se ao seu corpo e sugam lentamente o que de mais precioso você tem. Quando você acorda, já é tarde e tudo está destruído. Perdeu a liberdade. Não é mais dono da própria vida. É um escravo de sentimentos, circunstâncias e situações irreversíveis.

Nenhuma empresa entra em falência da noite para o dia; nenhum casamento se destrói no lapso de uma semana; nenhum câncer aparece em poucos dias. Você não vê os tumores, mas percebe os sintomas. São detalhes diários que vão se acumulando. Palavras, gestos aparentemente inocentes, que você ignora, propositadamente ou não. Dificilmente alguém cai num grande buraco, porque consegue vê-lo e desviar dele, mais os pequenos, as vezes imperceptíveis, causam muitos estragos.

Por isso ainda hoje não perca a oportunidade de revisar suas intenções, palavras, pensamentos e sentimentos. Hoje, ainda há tempo para pedir perdão, para reconhecer que errou, para dizer: “Eu te amo.” Hoje, você ainda não perdeu a liberdade. Pode decidir para o bem ou para o mal. Por que não escolher o caminho do bem, da humildade, da renúncia e do amor? Amanhã pode ser tarde demais. Por isso, não saia para encarar os desafios da vida sem se lembrar desse conselho, "livra-te" do que te faz presa fácil, do que te toma a liberdade de viver.

Meditação baseada nos textos de Janelas para a Vida de Alejandro Bullón


Desejo uma ótima pra você..!!

Gisele Mulek


sábado, 29 de setembro de 2012

Amar é descobrir os avessos..


"Amar é descobrir os avessos. É olhar o outro lado, o nunca visto, o não investigado. Amar é exercício de investigação, de constante e atenta observância. Só o observar silencioso da existência nos capacita para uma formulação de palavras... Só pode dizer alguma coisa sobre uma pessoa, aquele que soube demorar, que soube ficar, permanecer, vigiar, descobrir.As palavras reveladoras só nascem depois da observação silenciosa.

Uma mulher não se sente amada no momento em que o homem a proporciona uma noite de amor apenas... Mas sobretudo no momento em que se sentam à mesa de um restaurante, e sem que ela diga nada ele lhe pede o prato favorito, assim amar é descobrir os gostos, os sabores particulares, os desejos mais ocultos. Amar é saber a cor favorita, o número que calça os pés, o que causa medo e o que encoraja...

Hoje fiquei pensando... Meu pai morreu sem que eu soubesse qual era sua cor favorita."

Pe. Fábio de Melo

*****


sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Quero a essência e não só a aparência...!



Contei meus anos e descobri
Que terei menos tempo para viver do que já tive até agora
Tenho muito mais passado do que futuro
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de jabuticabas
As primeiras, ele chupou displicentemente
Mas, percebendo que faltam poucas, rói o caroço

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades
Inquieto-me com os invejosos tentando destruir quem eles admiram
Cobiçando seus lugares, talento e sorte
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas
As pessoas não debatem conteúdo, apenas rótulos
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos

Quero a essência.... Minha alma tem pressa....
Sem muitas jabuticabas na bacia
Quero viver ao lado de gente humana... muito humana
Que não foge de sua mortalidade
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade....

Rubem Alves



domingo, 23 de setembro de 2012

Primavera...



É o inverno despediu-se, estamos mais uma vez iniciando a primavera; sim já postei aqui algumas vezes que esta é a estação que mais me agrada, seja lá pelo que for, com certeza os ipês amarelos floridos aqui em minha cidade, estão lindos rs...

Gosto da primavera, do colorido, do cheiro, dos pássaros, das borboletas que saem dos casulos e enfeita os jardins mostrando que a vida se renova a cada estação, ensinando que basta ser forte e enfrentar os invernos existências da alma, e lutar contra o frio atribuído por pessoas gélidas de espírito, porque a primavera sempre brota.

Não é a toa que se diz que o choro pode durar uma noite, mais a alegria vem pela manha, sim o inverno dura uma estação, mais a primavera sempre surge, linda e exuberante, basta apenas saber saboreá-la.

Por isso abra a janela, deixe a luz do sol entrar, deixe o perfume das flores inundar sua casa, aproveite os amanheceres de céu azul, os entardeceres coloridos, ouça os pássaros cantarem, viva e deixe a frieza de lado, deixe o calor do verão que se aproxima aquecer seu astral, e seja feliz.

Uma ótima primavera pra você.

Gisele Mulek


sábado, 22 de setembro de 2012

Sabedoria x Ignorância



Um rato saiu de manhã para trabalhar e no caminho cruzou com um caracol. Muitas horas depois, após um dia exaustivo em que teve que batalhar arduamente para caçar sua comida e escapar de seus predadores, o rato retornou exausto. E notou que o caracol não havia se movido mais que dois metros.

O rato parou e comentou que se sentia compadecido pelo fato de o caracol ter uma vida tão monótona, tão sem emoções, enquanto ele, rato, conseguira viver, em apenas um dia, aventuras que o caracol não viveria em toda existência.

"Emérito rato", disse o caracol, "como tenho bastante tempo para observar e refletir, permita-me oferecer-lhe alguns dados comparativos entre nossas espécies, que talvez possam ajudá-lo a rever o seu ponto de vista. Caracóis têm casa própria e ratos são escorraçados de todos os lugares aonde chegam.

Caracóis vivem em jardins e ratos, em esgotos. O alimento dos caracóis está sempre ao alcance, enquanto ratos precisam caminhar horas e horas para encontrar comida. Por isso, caracóis podem passar o dia apreciando a natureza, ao passo que ratos não podem se descuidar nem por um segundo. E não por acaso, caracóis vivem cinco anos. Dois a mais que os ratos."

O rato ouviu a tudo atentamente. Ponderou que o caracol tinha razão em tudo o que havia dito e, com uma violenta pisada, esmagou o caracol contra o chão.

Felizmente o solo era fofo o suficiente para que o caracol sobrevivesse. Mas ele aprendeu uma pequena lição que lhe seria útil pelo resto da carreira. Por mais razão que você tenha, nunca tente provar a alguém que se acha o máximo, que ele não é nada daquilo. Porque não há negócio pior do que oferecer sabedoria a quem só pode pagar com ignorância.

Max Gehringer


****

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Feito criança...


Deixe-me gostar de você feito criança porque descobri que é o único jeito que consigo gostar de verdade, sem confusão, sem hipocrisia. Deixe-me gostar de você da forma mais simples, sem porquês, sem perguntas, sem articulações.

Se eu ou você pensarmos muito e nos colocarmos sob o crivo da razão, teremos que ver entre as nossas qualidades também os nossos defeitos. Teremos que ver a treva que coabita com a nossa luz. Então deixe-me gostar de você como criança. Criança gosta sem pensar.

Deixe-me gostar de você sem cobranças, sem compromissos que não sejam aqueles que nós dois estabelecemos para nós mesmos e não aqueles que os homens inventaram que devemos seguir à risca, toda vez que resolvemos gostar. Deixe-me gostar de você da forma mais inocente que eu puder.

Neste gostar permita-me descartar toda a cultura, filosofia, modismos, conceitos ou preconceitos, dogmas, todo e qualquer mandamento ou imposição que venham de fora. Quero apenas ouvir meu coração, assim como quero que você ouça o seu.

Se eu ficar com você um minuto, uma semana, um mês ou um ano, que seja pelo real prazer de ficar, pois aprendi que não é a duração, mas a qualidade que transforma um único minuto numa experiência com gosto de eternidade. Deixe-me gostar de você sem expectativa, sem planos para o futuro, sem gaiolas que limitem o meu querer porque o futuro é tão incerto e nunca é do jeito que pensamos. Se nos gostarmos de verdade, é possível que haja muitas ações no presente, e é só isto o que verdadeiramente importa.

Acima de tudo, deixe-me gostar de você deixando-o completamente livre para ficar ou para partir. Deixe-me gostar de você sem máscaras e sem verniz. E se um dia eu disser adeus e partir, creia, será no exato momento em que descobrir que já não sou mais capaz de me fazer ou de te fazer feliz. 


****

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...