.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Tem dias...


Tem dias em que a gente se emociona com a vida e simplesmente agradece a Deus por tudo que tem; Família, amigos, filhos, por mais que não sejam perfeitos mais todos tem um papel fundamental em nossa vida. Em dias assim, aprendemos a dar valor a cada gesto, cada demonstração de carinho que talvez em dias normais passassem despercebidos, ficamos sensíveis.

Mais tem dias que tudo parece cinza, sem vida, e perguntamos a Deus “Porque”?; Porque tem que ser assim?? Porque a vida as vezes é tão difícil?? Por que não pode acontecer do nosso jeito?? Infinitas perguntas... É nesse momento que precisamos refletir em que estamos fazendo de nossas vidas e consequentemente com a de todos ao nosso redor.

Em dias assim é onde nos damos conta que das pessoas que mais esperamos carinho são aquelas que geralmente nos ignoram; pessoas que você acredita que são as merecedoras da sua gratidão, mais na verdade não são; e por outro lado pessoas que normalmente seriam as últimas que você esperaria esse tipo de tratamento; essas são aquelas que te surpreendem, e te tiram da ausência de afeição, fazendo-se presentes mesmo quando ausente; estas nunca passam despercebidas.

Entretanto, independente de como me encontro, prefiro agradecer a Deus todos os dias pelo que tenho, pois não importa se estou sorrindo ou chorando, o importante é que ainda tenho vida, e mesmo que as vezes me encontre em meio ao caos, consigo ter a presença de pessoas importantes ao meu lado.

Por isso agradeço, por cada dia bom ao lado delas, por cada abraço, cada conselho, cada elogio, pelas criticas, por se importarem se estou bem, por cada ajuda mesmo que seja uma causa perdida, por simplesmente me escutarem, por me darem um sorriso, por segurarem a minha mão, por não desistirem de mim.

Agradeço por cada pequeno, mas nunca insignificante, gesto, pois é nesse momento que vemos o quanto existem pessoas que gostam da gente simplesmente pelo que somos, e nada mais.

Reflexão.. de um domingo de Dias dos Pais.. inesperado!!


Em Cristo, onde encontro paz.


Gisele Mulek

Um comentário:

Pr. Paulo Fabricio disse...

Parabéns pelo post. Que Deus te abençoe. Se tiver tempo visita o meu blog.
http://prpaulofabricio.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...