.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

quinta-feira, 31 de março de 2011

Frases!!!!

"Estou me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Fui ser feliz e não volto!"

Caio F. Abreu

quarta-feira, 30 de março de 2011

FELICIDADE REALISTA


A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.

E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

Isso é o que dá ver tanta televisão.

Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.

Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente.

A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz.

Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

Mario Quintana




Pense nisso...

Procuramos tanto por algo, que se chama felicidade. E nessa busca não vemos quantas vezes somos felizes. Queremos tanto o impossível que não vemos o quanto as coisas são possíveis. Sonhamos tanto com os melhores momentos, que só o percebemos quando já se foram...

Devemos aprender ser Feliz com o que temos, com o que somos e não com o que esperamos... valorizar as pessoas e não as coisas, aproveitar cada momento especial, pois o melhor sonho de uma felicidade, é viver um grande momento com pessoas que sabem valorizar pequenos instantes..

Afinal, a vida é feita de coisas simples...


Gisele Mulek


terça-feira, 29 de março de 2011

Parabéns minha querida Curitiba!!!!


Parabéns Curitiba, capital da terra das araucárias

A cidade das quatro estações do ano
Do amanhecer colorido da primavera

Dos dias com o calor do verão

Dos finais de tarde com a brisa de outono

E das noites com o friozinho do inverno

Curitiba, parabéns pelos 318 anos

Cidade onde nasci e tive meus filhos
Dos curitibanos de origem e de coração
Daqueles que escolheram viver em meio a esta diversidade cultural
Parabéns Curitiba,
Que venham outros 318 anos de muita paz e progresso!

Fonte: http://joaoarruda.com.br/v1/2011/03/29/parabens-curitiba-318-anos/



*****


Fundada em 29 de março de 1693, Curitiba comemora este ano 318 anos. A capital paranaense é conhecida como exemplo de urbanismo e qualidade de vida. A vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, foi fundada pelo capitão Matheus Martins Leme e em 1721, com a chegada do ouvidor Raphael Pires Pardinho passou a ser chamada de Curitiba , palavra derivada de uma expressão indígena que significa “muito pinhão”. Em 1853 Curitiba recebe o status de capital do Paraná e sua urbanização é fortalecida recebendo imigrantes europeus, principalmente alemães, italianos, ucranianos e poloneses, que contribuiram para a diversidade cultural e desenvolvimento econômico da capital paranaense. Hoje Curitiba ocupa uma área de 430,9 km² e, segundo Censo de 2010, possui 1.746.896 de habitantes.

Parabéns Curitiba pelos seus 318 anos, continue sendo a cidade modelo orgulho de todos os paranaenses!


Gisele Mulek... com orgulho de ser Curitibana!!!!



segunda-feira, 28 de março de 2011

Um Meio ou Uma Desculpa...!!!



Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.

O sucesso é construi­do a noite! Durante o dia você faz o que todos fazem, mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare a maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chopp com batatas fritas. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol a beira da piscina.

A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, verdade a ilusão é combustí­vel dos perdedores, pois...

Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO...

Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa!


Por Roberto Shinyashiki




PENSE BEM NISTO!!!...

Uma ótima semana a todos!!!

Gisele Mulek

quinta-feira, 24 de março de 2011

Paz no Vale..!!!



Paz no Vale

Já cansado estou,

Mas procuro o Senhor
Ele é a voz que eu almejo
ouvir
Na gloriosa manhã
E a noite a dormir
Haverá paz no vale pra mim

Haverá paz no vale
Pra mim eu sei
Haverá paz no vale Pra mim,
Senhor eu sei

Nem a sombra da noite ali verei
Haverá paz no vale pra mim

Quando o sol surgir
No horizonte além
E mostrar todo o vale em flor
Eu ali quero estar
Mui alegre a cantar
Na presença do meu Senhor.


quarta-feira, 23 de março de 2011

Perda!!!!


".... há um poema chamado 'Perda' esculpido em pedra... tem três palavras, mas o poeta lhes arranhou... porque na essência você não pode ler a perda... só sentir"

segunda-feira, 21 de março de 2011

Ninguém é "Substituível"


Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores. Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: "ninguém é insubstituível"!

A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio. Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada. De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:

- Alguma pergunta?

- Tenho sim. E Beethoven?

- Como? - o encara o diretor confuso.

- O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?

Silêncio…

O funcionário fala então:

- Ouvi essa estória esses dias, contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso. Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar. Então, pergunto: quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein? Picasso? Zico?

O rapaz fez uma pausa e continuou:

- Todos esses talentos que marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, mostraram que são sim, insubstituíveis. Que cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa. Não estaria na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe, em focar no brilho de seus pontos fortes e não utilizar energia em reparar seus 'erros ou deficiências'?

Nova pausa e prosseguiu:

- Acredito que ninguém se lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo, se Picasso era instável, Caymmi preguiçoso, Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico… O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos. Mas cabe aos líderes de uma organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços, em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Continuou.

- Se um gerente ou coordenador, ainda está focado em 'melhorar as fraquezas' de sua equipe, corre o risco de ser aquele tipo de técnico de futebol que barraria o Garrincha por ter as pernas tortas, ou Albert Einstein por ter notas baixas na escola, ou Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.

Olhou a sua a volta e reparou que o Diretor, olhava para baixo pensativo. Voltou a falar.

- Seguindo este raciocínio, caso pudessem mudar o curso natural, os rios seriam retos não haveria montanha, nem lagoas nem cavernas, nem homens nem mulheres, nem sexo, nem chefes nem subordinados… Apenas peças… E nunca me esqueço de quando o Zacarias, dos Trapalhões, que 'foi pra outras moradas'. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: "Estamos todos muito tristes com a 'partida' de nosso irmão Zacarias... E hoje, para substituí-lo, chamamos…ninguém…Pois nosso Zaca é insubstituível.” – concluiu, o rapaz e o silêncio foi total.

Portanto nunca esqueça: Você é um talento único... com toda certeza ninguém te substituirá!


******l


É possível encontrar novos funcionários para as vagas dos que saíram, novos amigos para amenizar a falta dos que estão distantes, novos amores para os corações partidos... Eles, entretanto, nunca terão a mesma essência dos que ficaram para trás... pois cada um tem seu encaixe...

E saiba, no mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, no entanto, outras... que vão te odiar pelo mesmo motivo... acostume-se a isso... e viva com muita paz de espírito... sabendo que você é único... pode não ser perfeito... mais seu valor... é incalculável!!!

Ótima semana!


Gisele Mulek


sábado, 19 de março de 2011

Do jeito que você é....

Barry White - Just The Way You Are



(...) Eu disse que eu te amo e isso é para sempre
E isso eu prometo do fundo do meu coração
Eu não poderia te amar mais
Eu amo você do jeito que você é (...)

quarta-feira, 16 de março de 2011

Lembranças...


Talvez, o que quer que você faça na vida será insignificante. Mais é muito importante que você faça, porque ninguém mais irá fazer. É como quando alguém entra na sua vida e metade de você diz: “Ainda não estou preparado”. Mais outra metade diz: “Faça valer a pena e o tenha para sempre”. Porque neste segundo se tem uma escolha, mais amanha talvez apenas uma lembrança, do que foi, ou do que poderia ser. Então mesmo que insignificante, faça! A vida é feita de momentos, e eles se eternizam quando vividos intensamente!!

Gisele Mulek

terça-feira, 15 de março de 2011

Kari Jobe - You Are For Me




Melodia... letra.. canção para alma... deixa falar ao seu coração...

terça-feira, 8 de março de 2011

Simplesmente Mulher....


Quanta coisa emana de ti, doce criatura
És mulher, transmite amor, carinho, ternura
Não importa onde esteja ou que nome tenha
Serás sempre a mãe, a tia, a avó
A irmã, a neta, a filha, a amiga,
A esposa, a amante... serás sempre uma rainha
Uma intercessora, uma fada madrinha

Guerreira, determinada, incansável,
Lutadora destemida, com fortes braços,
Que num longo abraço envolve o mundo
E de peito aberto sai a conquistar e a realizar
A vida, a lida, fazendo doce o dia mais amargo
Mesmo em suas aflições és aguerrida
E sabe se manter de pé em todos os momentos

És mulher que sabe se doar e receber
Que com humildade sabe perdoar e esquecer
Santa ou pecadora, ingênua ou sedutora
És mulher que arrebata, que encanta
Que faz de gigantes, sensíveis enamorados
Pois de seus lábios, doces lábios
Emana fonte de desejo, e com beijo carinhoso
Conquistam com ternura os corações

Pois és tu mulher, que compreendes
Que incentivas, que repreendes, que impulsiona
Pois jamais deixa só aquele a quem ama
Pois és tu mulher, que move o mundo
E faz dele lugar de encanto, de graça, de harmonia
Para todos que estão ao seu redor....
Pois és tu mulher.... Simplesmente Mulher....


Gisele Mulek

08/03/2011 – Dia Internacional da Mulher

Dia também de meu Aniversário... rs..
Feliz.. muito Feliz.. pelo Tempo que a Vida me deu até aqui...

sexta-feira, 4 de março de 2011

Quando o amor .....



Quando o amor explode dentro da gente, vamos alem dos limites, superamos coisas e subimos o mais alto das montanhas... Quando o amor invade, a gente quer e precisa do outro, não vê regras nem linhas proibidas... Quando o amor bate, o coração da gente só funciona se da pessoa que a gente ama bate junto... Quando o amor bate, meu suspiro funciona como seu oxigênio.... Quando o amor invade, a gente abre mão das futilidades para dar espaço a nobreza do Ser... Quando o amor invade, a saudade aumenta e até machuca, mais traz esperança de eternidade... Quando o amor invade, se fazemos presente mesmo quando ausente... porque para um coração repleto de amor... não se tem distancia... nem impossíveis!!


Reflexão filme "Sete Vidas"....

quinta-feira, 3 de março de 2011

É bom ser pequenino.....


Estes dias levando minha pequena Rebeca para escolinha, segurando suas mãos, de repente ela tropeçou e quase caiu, prontamente disse: _Opa.. quase cai mamãe?? Sorriu.. e continuou... _Mais você me segura neh!!!

Isso me fez pensar em tantas coisas; em como é bom ser pequenino, sentir-se protegido, amado, cuidado, não importa o que aconteça, sabemos para onde correr!!


Me fez lembrar meu tempo de infância, coisas simples, como o balanço do quintal, o cheiro dos lençóis lavados, cheiro de sol; a briga para escovar os dentes antes de dormir, as orações antes de adormecer. Na saída da escola o desejo de chegar a casa, o aconchego e, depois, outra vez a vontade de sair.


Corria para a minha mãe quando caía e me magoava. Não para o meu pai, porque a vida o afastou de mim; mais ela sempre esteve ali, presente fazendo o que achava ser melhor pra mim, claro que as vezes vinha com aquela famosa frase “eu avisei”... mais como era bom, tudo se resolvia.

Me lembrei dos pratos especiais nos dias de festa; do frango com macarrão somente aos domingos, sagrado. Das brigas pelas sobremesas, da calda do flan (hum); E depois outra briga, para decidir de quem é vez de lavar a louça, e sempre sobrava para mim, era a mais velha.

Confesso que não sei muito bem a partir de que idade é que os irmãos deixam de ser irritantes… rs.

Quantas brincadeiras, cresci com primos, irmãos, todos juntos, aquele agito, dias de verão o calor nos mandava para fora, subir em árvores, correr pelo quintal, e mesmo quando a chuva caia lá fora, quantas brincadeiras dentro de casa, aquela cabana montada, fazia o calor acontecer (rs). Vez ou outra surgia uma bronca porque muitas vezes passávamos dos limites.

Natal, páscoa, dia das mães e dos pais... tantos feriados, não importava, achavam-se todos, os primos, os tios de perto e os de longe, reunidos na casa dos avós; Brincadeiras. Às vezes notar, sem notar, uma expressão semelhante a tristeza ou cansaço no rosto de um ou de outro, mais logo a brincadeira de novo. Música, flores, sorrisos. É tão bom ser pequenino…

Coisas pequenas. Diárias. Corriqueiras. Mas enormes, únicas, cheias de magia.

Me convenci de que era a infância que acendia nas pequenas coisas de todos os dias essa música e esse encanto que agora mesmo depois de adulta ainda me traz essa sensação de paz. Que era por ser pequeno não só na altura que todas essas coisas se faziam especiais, mais por ser pequeno na essência em aceitar o simples, como sublime.

Mas quando se cresce, se descobre que é muito fácil errar o caminho.

Se percebe que geralmente não é muito difícil casar-se, nem ter filhos, nem ter uma casa para viver. Mas podemos chegar facilmente à conclusão de que é muitíssimo difícil construir uma família e especialmente mante-la. É como ter já os tijolos e, no entanto, ser incapaz de encontrar o cimento que os una, e lhes dê forma, consistência e identidade.

Pois queremos dar aos nossos pequenos uma infância feliz, cheia de coisas excelentes e atividades fantásticas e experiências divertidas. E para manter isso vamos para uma rotina de trabalhos e afazeres e passamos a deixar o simples de lado.

Pois ao crescer, descobrimos que para se ter os lençóis lavados e passados com cheirinho de sol é preciso frequentemente deitar-se mais tarde, acordar mais cedo e isso significa dormir menos.

Descobrimos que é preciso ter paciência para fazer uma criança ganhar o hábito de escovar os dentes ou então deixar a roupa suja no local correto. Ou ainda para apaziguar uma briga entre irmãos, ou então ouvi-los contar suas historias, e chorar suas magoas.

Percebemos que ao envelhecer vamos buscando cada dia um pouco mais de sossego porque a essa altura ser gente grande cansa facilmente. E então nos vemos enfadados, estressados, e já sem aquela energia de quando nos éramos pequenos.

Afinal quando temos os nossos pequenos e os vemos dependendo de nos, deixamos de viver como filhos, e passamos a viver como pais.

Mas é nesse momento que devemos ser pequenos na essência, assumir nossas responsabilidades, mais viver com simplicidade e humildade; pois é assim que eu descobri, que o cimento da família é aquilo que se faz pelos outros, deixando de fazer aquilo de que se gosta, para ver feliz aqueles a quem se ama, para ajudá-los a chegar a onde devem chegar.

Aquelas pequenas coisas da minha infância foram grandes, porque eram feitas de um amor sacrificado e camuflado, e me fizeram aprender a valorizar esse amor que toca naquilo que é pequeno e engrandece-o, que desenha flores no pó do quotidiano, esse amor, e somente ele que permanece!!

Então, viva com a simplicidade de criança, pois para ser grande, melhor é ser pequeno!!!


Gisele Mulek



quarta-feira, 2 de março de 2011

Pai eu confiarei - Bruna Karla




"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem (...) O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio". Salmos 46: 1-7
Pai... eu confiarei!!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...