.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Frases!!!!

"Se eu não puder mudar quando as circunstancias exigem,
como posso esperar que os outros mudem"


quarta-feira, 28 de julho de 2010

Invictus.....

“Eu agradeço a Deus, por minha alma invencível
Nas garras ferozes das circunstancias não me encolhi, nem derramei meu pranto
Golpeado pelo destino, minha cabeça sangra, mais não se curva
Mesmo nesse instante de ira e lagrimas onde se soma o horror das sombras
Mesmo com ameaça dos anos que me encontra, mais me encontra sempre destemido
Pouco importa quão estreita seja a porta, ou quão profusa em punição seja a lista
Eu sou senhor do meu destino
Eu sou capitão da minha alma”



*******

terça-feira, 27 de julho de 2010

A indelicada arte de fechar portas.....


Na vida, pelo caminho que trilhamos á medida que passamos por ele, vamos fechando ou abrindo portas.

Meses, anos ou décadas depois geralmente nos deparamos com estas mesmas portas, e muitas das portas que abrimos, estão fechadas, e certamente, lembremo-nos ou não, nós mesmos as fechamos.

Fechamos portas quando não agradecemos pelas portas que alguém nos abriu;

Fechamos portas quando abandonamos aqueles que um dia nos acolheram e nos puxaram para cima;

Fechamos portas quando, em nome da verdade, falamos o que achamos que devemos falar, embora não tivéssemos o direito de julgar o outro sem antes ouvir;

Fechamos portas quando não fazemos com carinho e capricho o que nos pediram para fazer, por preguiça, desinteresse ou soberba;

Fechamos portas quando recusamos um sorriso, um aperto de mão ou um abraço, por estarmos cansados ou irritados;

Fechamos portas quando, por arrogância ou desprezo não prestamos atenção no que o outro pretendeu nos dizer.

Esta lista com certeza poderia ser ampliada, mas estes ítens são suficientes para nos mostrar, que se fechamos portas, devemos encontrar à coragem de renunciar à tentação de nos acharmos a palmatória do mundo.

O mundo não é o mundo da graça (coisa de Deus), mas é o mundo da lei (coisa nossa), em que a colheita depende da semeadura.

Como estão as portas por onde você passou? Espero que continuem abertas!!!



*****

domingo, 25 de julho de 2010

Um dia de Sol


Domingo.... que dia lindo.... com sol... ventinho gelado, mais agradável... típico dessa cidade maravilhosa.... e o melhor pessoas especiais.... o que faz toda diferença...
.
Talvez nada de novidades... coisas simples... como um almoço cheio de historias... algumas sinistras... mais que ao final arrancou sorrisos de todos.... aquelas coisas tradicionais.... coca-cola derramada na toalha (rs).... gente grande feito bebê sujando blusa de molho (rs)...
.
Depois um bom filme... (e que bela historia de vida).... com muita pipoca... amendoim... bolo... chocolate... todos deitados no chão... disputando uma ponta do cobertor (rs)...
.
Final da tarde... encaramos uma tarefa difícil... mais... ajudar um amigo... um irmão.... não tem preço... choro contido... mais a certeza que dias melhores virão...
.
A noite... um belo café... família... mesmo que meia torta (rs) reunida... bom estar cercado por pessoas que nos amam... de forma incondicional.... não importa erros... falhas.... sempre temos seu carinho... apoio... um ombro... um colo...
.
E ao chegar em casa.... minhas meninas... exaustas... mais olhos vibrantes... prontas para mais uma semana.... com aquele abraço triplo.... que repõe qualquer energia perdida... e um "boa noite" cheio de carinho... amor...
.
Coisas simples... mais que fazem a vida valer a pena....


Gisele Mulek

sábado, 24 de julho de 2010

Visão de Criança....


Éramos a única família no restaurante com uma criança. Eu coloquei Daniel numa cadeira para crianças e notei que todos estavam tranqüilos, comendo e conversando. De repente, Daniel gritou animado, dizendo: - "Olá, amigo!", batendo na mesa com suas mãozinhas gordas.

Seus olhos estavam bem abertos pela admiração e sua boca mostrava a falta de dentes. Com muita satisfação, ele ria, se retorcendo. Eu olhei em volta e vi a razão de seu contentamento. Era um homem andrajoso, com um casaco jogado nos ombros, sujo, engordurado e rasgado. Suas calças eram trapos com as costuras abertas até a metade, e seus dedos apareciam através do que foram, um dia, os sapatos. Sua camisa estava suja e seu cabelo não havia sido penteado por muito tempo. Seu nariz tinha tantas veias que parecia um mapa.

Estávamos um pouco longe dele para sentir seu cheiro, mas asseguro que cheirava mal. Suas mãos começaram a se mexer para saudar. - "Olá, neném. Como está você?", disse o homem a Daniel. Minha esposa e eu nos olhamos: - "Que faremos?". Daniel continuou rindo e respondeu, - "Olá, olá, amigo".

Todos no restaurante nos olharam e logo se viraram para o mendigo. O velho sujo estava incomodando nosso lindo filho. Trouxeram a comida e o homem começou a falar com o nosso filho como um bebê. Ninguém acreditava que o que o homem estava fazendo era simpático. Obviamente, ele estava bêbado. Minha esposa e eu estávamos envergonhados. Comemos em silêncio; menos Daniel que estava super inquieto e mostrando todo o seu repertório ao desconhecido, a quem conquistava com suas criancices.

Finalmente, terminamos de comer e nos dirigimos à porta. Minha esposa foi pagar a conta e eu lhe disse que nos encontraríamos no estacionamento. O velho se encontrava muito perto da porta de saída.

- "Deus meu, ajuda-me a sair daqui antes que este louco fale com Daniel", disse orando, enquanto caminhava perto do homem. Estufei um pouco o peito, tratando de sair sem respirar nem um pouco do ar que ele pudesse estar exalando. Enquanto eu fazia isto, Daniel se voltou rapidamente na direção onde estava o velho e estendeu seus braços na posição de "carrega-me". Antes que eu pudesse impedir, Daniel se jogou dos meus braços para os braços do homem. Rapidamente, o velho fedorento e o menino consumaram sua relação de amor. Daniel, num ato de total confiança, amor e submissão, recostou sua cabeça no ombro do desconhecido.

O homem fechou os olhos e pude ver lágrimas correndo por sua face. Suas velhas e maltratadas mãos, cheias de cicatrizes, dor e trabalho duro, suave, muito suavemente, acariciavam as costas de Daniel. Nunca dois seres haviam se amado tão profundamente em tão pouco tempo. Eu me detive, aterrado.

O velho homem, com Daniel em seus braços, por um momento abriu seus olhos e olhando diretamente nos meus, me disse com voz forte e segura: - "Cuide deste menino". De alguma maneira, com um imenso nó na garganta, eu respondi: - "Assim o farei".

Ele afastou Daniel de seu peito, lentamente, como se sentisse uma dor. Peguei meu filho e o velho homem me disse: - "Deus o abençoe, senhor. Você me deu um presente maravilhoso"... Não pude dizer mais que um entrecortado "obrigado". Com Daniel nos meus braços, caminhei rapidamente até o carro.

Minha esposa perguntava por que eu estava chorando e segurando Daniel tão fortemente, e por que estava dizendo: - "Deus meu, Deus meu, me perdoe". Eu acabava de presenciar o amor de Cristo através da inocência de um pequeno menino que não viu pecado, que não fez nenhum juízo; um menino que viu uma alma, enquanto uns adultos viram um montão de roupas sujas. Eu fui um cristão cego carregando um menino que não o era.

Nesse momento, esse velho andrajoso, inconscientemente, me fez recordar: “Eu asseguro que aquele que não aceite o reino de Deus como um menino, não entrará nele” Lucas 18:17.



*****


Frases!!!!


"Apague com um sorriso, toda a tristeza que lhe invade a alma.... Assim não dará aos que te odeiam a alegria de ter ver chorando, mas dará aos que te amam a alegria de te ver sorrindo".

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A vida sem Amor......


A inteligência sem Amor, te faz perverso....
A justiça sem Amor, te faz implacável....
A diplomacia sem Amor, te faz hipócrita....
O êxito sem Amor, te faz arrogante....
A riqueza sem Amor, te faz ávaro....
A docilidade sem Amor, te faz servil....
A pobreza sem Amor, te faz orgulhoso....
A beleza sem Amor, te faz ridículo....
A autoridade sem Amor, te faz tirano....
O trabalho sem Amor, te faz escravo....
A simplicidade sem Amor, te deprecia.....
A oração sem Amor, te faz introvertido....
A lei sem Amor, te escraviza....
A política sem Amor, te deixa egoísta.....
A fé sem Amor, te deixa fanático....
A cruz sem Amor, se converte em tortura....
A vida sem Amor...não tem sentido.....


******

A Nueza.... da alma!!!!

Paciência - Lenine

A vida não para....

Será que temos esse tempo todo a perder.....

A vida é tão rara....

.

.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

A parábola da rosa!!


Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou. Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou, Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados? Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.

Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescendo em meio aos espinhos de nossas falhas.

Mais muitos de nós ao olharmos para nós mesmos vemos apenas os espinhos, os defeitos. Então nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, consequentemente, isso morre. E assim acabamos por nunca perceber o nosso potencial.

Assim algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas e precisam de alguém especial que deve mostrá-la a elas. Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas.

Esta é a característica do amor - olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas - mais mesmo assim aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.

Se conseguirmos mostrarmos a essas pessoas a rosa, Elas superarão seus próprios espinhos, e assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.




Gisele Mulek
.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do Amigo!!!


Amigo... tantas e tantas são as definições... tantos poetas já decantaram essa forma de amar...

Amigo é o ombro que está sempre pronto... é o "colinho" que está sempre por perto, é alguém que te escuta mesmo quando você não consegue falar....

É alguém em que se pode confiar; alguém que talvez nem sempre nos compreenda, mais nos estende sempre a mão para ajudar....

Alguém, que nos conforta quando estamos tristes, e com especial ternura e sorriso feliz, nos faz sentir que vale a pena viver....

Alguém com quem dar um passeio, viajar, compartilhar uma música, um livro, um segredo....

Pois seja o que houver... venha o que vier...

Amigo é coisa pra se guardar, do lado esquerdo do peito!!!!


A todos meus amigos.. um grande abraço... e obrigada.. por fazerem parte da minha vida!!!


Feliz dia do Amigo!!!!


Gisele Mulek


Frases!!!!

.
A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas.

Horacio

sábado, 17 de julho de 2010

Saber Viver


Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, s
e não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura...
Enquanto durar.....

Poema de Cora Coralina.....


*******

Um ótimo final de semana a todos....


Em Cristo, em Quem a vida é simples!!



Gisele Mulek

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Viajando em mim...


Pensando, sonhando, acabei fazendo uma reflexão de mim mesma. Pode ser que vá de encontro a acontecimentos que neste momento me façam sentir dor, amor, frustração, saudade, ternura, decepção, carinho, cumplicidade, mais lembrarei de todos esses momentos, até mesmo quando precisei abrir mão daquilo que acreditava que iria durar até à eternidade. E considero que é bem verdade que passar por tudo isto na minha vida se torna benéfico, pois melhor assim do que levar uma vida inteira sem nada.

Minha realidade é aquela dos olhos para dentro, e a ilusão é a dos olhos para fora. Eu não critico a forma como os outros pensam, agem, e se comportam, os seus ideais, nem suas ambições, sonhos ou a educação que têm. Apenas quero que da mesma forma me deixem seguir o caminho que eu acredito ser o melhor para mim. Assim, sem dúvida alguma estarei a ser simplesmente quem eu quero ser. Entretanto vou ouvindo um som abafado e um sussurro meu, levando-me a perceber a existência de algumas coisas que se tornam inexplicáveis e sei que assim permanecerão durante muito tempo, imutáveis. O meu coração cerca-se de silêncio, um silêncio que traz calma e me diz que há também muitas outras coisas que posso lançar no mar do esquecimento, mesmo que por vezes ache impossível esquecer. Com esta atitude, decido mudar definitivamente a história e o rumo da minha vida.
.
Quando me vi de uma forma atenta, pela primeira vez, vi na realidade como eu sou. Pude olhar sem hipocrisia, sem qualquer máscara, e saber sem nenhuma desculpa possível, o porquê durante anos da minha vida vivi sem saber como vivê-los. O meu coração passou a ser o meu guia e levou-me ao encontro da minha verdade. Tornei-me mais humana e isso significa reconhecer que não sou perfeita e que erro como qualquer pessoa. Erros esses, que servem como aprendizado, mesmo que os danos causados possam ser irreversíveis. Reconheço que perco muito tempo à procura de todas as respostas, quando na realidade não preciso delas. Reconheci todas as minhas deficiências, sabendo que cabe a mim somente o dever de aceitá-las e com elas viver. Esquecê-las, seria como esquecer uma grande parte de mim.

Reconheço e enfrento as minhas sombras, os meus desejos ocultos, aqueles que nem eu sabia da existência. Encontro as fraquezas que não podem ser confessadas, de modo que não possam ser usadas por terceiros. Percebo como muitas vezes posso me considerar infalível, e assim cheia de arrogância, me encontrar acima do bem e do mal. Isso me faz um tanto intolerante com as pessoas e acabo julgando-as pelas suas fraquezas, sentido a necessidade de atingi-las como a do ar que respiro. Entretanto não abro mão da minha própria realidade. Afinal sei que cometerei esses erros, e ainda outros erros mais; e também sei que irei ter decepções, sofrerei, mas também sei que aprenderei e serei mais tolerante, menos arrogante, mais compreensiva, perdoarei mais ainda e saberei amar de uma forma plena.

Alimento na alma o sonho de um dia ser grande, enorme, mas grande no sentido maior da palavra; grande no estado de espírito. Sonho morar na casa dos meus sonhos. Sonho em ver minhas filhas nas melhores escolas, com a melhor formação. Sonho com um amor pra toda vida. Sonho com uma vida longa... e se um dia tiver que partir.. que seja de velhice... e levando a certeza de que conquistei muito do que sonhei.

Talvez tudo isto possa ser um retrato natural da minha vida ou apenas uma realidade ainda a alcançar. Mais deixo para trás a tristeza e as lágrimas, o medo e as dificuldades. Uma nova etapa se inicia e agora só eu é que importa. Procuro energia, orientação e força para quando voltar às minhas ações elas se tornem menos árduas. Vou de encontro à esperança, ela é a que me faz seguir em frente. A esperança que me faz caminhar, a esperança que me faz amar sempre apesar de todas as contrariedades.

Afinal, em tudo o que parte, existe algo que chega, para cada mal que vem também uma semente do bem, em cada perda, há algo a ganhar, em cada dificuldade uma oportunidade de vencer e crescer. O mundo me pertence e tudo de bom está ao meu alcance. Tudo o que precisa ser mudado, o que precisa ser realizado, depende de mim... então... decido... sorrir para mim, perdoar e amar será sempre o meu maior segredo... rumo a tal felicidade!!!


Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando recuar!


Gisele Mulek

domingo, 11 de julho de 2010

Ser Feliz....


Tu podes ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não te esqueças de que a tua vida é a maior empresa do mundo. Só tu podes evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por ti.

Gostaria que sempre te lembrasses de que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas reflectir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender as lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no íntimo da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, curtir os pais e ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.

É ter maturidade para falar "eu errei"
É ter ousadia para dizer "perdoa-me"
É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de ti"
É ter capacidade de dizer "eu amo-te"

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para tu seres feliz... Que nas tuas primaveras, sejas amante da alegria... Que nos teus invernos, sejas amigo da sabedoria.... E, quando tu errares o caminho, recomeça tudo de novo. Porque só assim tu serás cada vez mais apaixonado pela vida. E descobrirás que...

Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.
Usar as perdas para refinar a paciência.
Usar as falhas para esculpir a serenidade.
Usar a dor para lapidar o prazer.
Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desistas de ti mesmo.
Jamais desistas das pessoas que tu amas.
Jamais desistas de ser feliz.
Porque a vida é um espectáculo imperdível.
E Tu és um ser humano especial.

*****





Na vida a gente sempre esta sorrindo ou chorando.... mais isso é sinal que ainda temos vida!!!

Gisele Mulek







sábado, 10 de julho de 2010

Além... das tempestades....


Conta uma lenda que um barão alemão mandou estender uns fios, de torre a torre do seu castelo, a fim de que os ventos fizessem deles uma harpa eólica. Mansas brisas volteavam e volteavam o castelo, mas nenhum som musical se ouvia.

Certa noite, porém, veio um grande temporal o monte e o castelo foram vergastados pela fúria dos ventos. O barão foi espiar da janela o terror da tempestade, e percebeu que a harpa eólica estava enchendo o ar com notas que ressoavam ainda mais alto que o clamor do temporal. Então percebeu, que foi necessária uma tempestade para produzir a música.

E não temos nós conhecido vidas que nunca ofereceram música alguma no dia da prosperidade mais que, quando açoitadas pelo temporal, deixaram pasmos os amigos, pelo vigor e poder da música que fizeram brotam?

Lendo as Escrituras (Êxodo 15.23-26) vejo que em Mara, houve amargura, e digo mais, foi dupla amargura: uma das águas, amargas; e outra que lá se fez bem claro – o que estava dentro dos corações.. pois de imediato saiu apenas murmurações…

Mais a cura foi uma só: Milagre!!!

Foi o madeiro, da árvore que ali lançado trouxe doçura... sarando as águas, curando as mágoas... e o povo então passou a ver e a conhecer O DEUS QUE SARA!

Mas foi preciso chegar a Mara!... Maras em volta… Que mostram Maras dentro de mim… Bendito lenho que traz doçura!

Diante de outro madeiro eu venho... me rendo... e toda amargura.. derramo ali.... Ele a conhece, tanto a de fora como a de dentro! Levou-a toda já sobre Si. E vindo assim, experimento que JESUS sara!

…Mas, pra este experimento, também a mim.... foi preciso passar por Mara…

Então... compreendo... mesmo em meio ao temporal... podemos contar com Deus... pois somente Ele para tornar o “depois” mil vezes mais rico que o “antes”, pois a cada dia aprendo... que se faz conhecida na dificuldade a verdadeira vitória.

Toda a correção… não parece ser de gozo… mas depois… que proveito!!!!!


Deus abençoe.... graça e paz.. em Cristo....




Gisele Mulek



sexta-feira, 9 de julho de 2010

Entre a oração e a poesia.....


Acho que hoje entendi porque alguns cristãos rezam a Ave-Maria todos os dias às seis da tarde. Não! Não quero nenhuma explicação correta sobre isso: o entendimento que veio hoje me basta, mesmo que não seja "verdadeiro". Ele é certeza em minha alma.

E isto se tornou claro e límpido ao ver o pôr-do sol hoje, trazendo ao céu cores deslumbrantes, em mais um fim de tarde de inverno, daqueles de fazer corar de raiva qualquer pintor por não conseguir cores suficientes para descrever este momento em suas telas.

Seis da tarde é a hora da ausência, da saudade, do medo.

É a hora do vazio que fica pela imenso desejo do reencontro com o criador "ao cair da tarde" (obrigado, Rubem Alves!), é a hora do desespero silente, da nostalgia esmagadora, do encontro que já não acontece mais...

O pôr-do-sol me desnuda, me coloca só... sinto falta, sinto A falta, aquela que, ao encontrar, minha alma descansa tranqüila.

Mas vem também o medo... o fim da tarde anuncia a noite, e a noite, recheada pela ausência do encontro não realizado, traz a angústia, o pavor... daí justificam-se todas as rezas e orações feitas nesse horário... é o medo da solidão.

A noite é símbolo da morte, talvez por isso o "rogai por nós, agora e na hora da nossa morte" seja a oração a ser feita ao entardecer por aqueles que tem medo de morrer...

Hoje entendo porque o próprio criador se encontrava com o homem um pouquinho antes do anoitecer: pra que sua presença fosse sentida durante a noite... e o medo fosse embora... e ele dormisse tranqüilo.

Não foi à toa que um poeta, repleto dessa certeza escreveu que em paz ele se deitaria e dormiria... o poeta tinha a certeza da presença!

E é aí que brota a diferença... quem tem medo, faz a oração; quem tem a certeza da presença, mesmo ausente, faz poesia.

A poesia nasce da saudade, da ausência-presente, da certeza de que mesmo não visível, há algo de belo na noite... e isso só faz sentido quando o pôr-do-sol não é mais o prenúncio do abandono, mas a ausência tornada em poesia. É por isso que a noite é dos poetas e dos cantadores... eles nunca estão abandonados, mesmo quando solitários.

No coração do poeta há sempre o reencontro com a beleza, com o Criador, com as cores que ele, como pintor de palavras, transforma em versos...

O poeta não teme a morte que a noite traz... o poeta crê na ressurreição, por isso a noite não lhe mete medo, mas lhe inspira... por isso à noite é que os casais se enamoram ao luar... o amor dos namorados é o anúncio de que a vida sempre recomeça após a morte... é a ressurreição de tudo!

Não foi à toa que Nietzsche disse que "só onde há túmulos é que pode haver ressurreição"... é na ausência que nasce a saudade, e é na saudade que brota a poesia. A saudade da vida que o dia muitas vezes apaga, mas que a noite traz com toda a força... é por isso que os jovens casais se encantam com a lua... ela reflete a luz perdida, do dia que foi embora... a lua é envolta no mistério...

E só há poesia onde há o mistério...

Já faz tempo que troquei a oração pela poesia... porque é nela que me reencontro com o Criador. É na poesia que, em mim, o verbo se faz carne... e o mistério se faz revelação!


Fonte: http://www.crerepensar.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=188&Itemid=29




Um ótimo final de tarde... e um belo anoitecer....


Em Cristo, o autor da vida!!!




Gisele Mulek

Vivendo.... aprendendo....


... não importa quanto eu me importe, algumas pessoas simplesmente não se importam.

... não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isto.

... falar pode aliviar dores emocionais.

... levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destrui-la.

... verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.

... você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pela vida inteira.

... o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.

... bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

... não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam.

... as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa.

... devemos deixar sempre as pessoas que amamos com palavras amorosas. Pode ser a última vez que a vejamos.

... as circunstâncias e o ambiente têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.

... não devemos nos comparar com os outros, mas com o melhor que podemos fazer.

... não importa até onde já cheguei, mas para onde estou indo.

... não importa quão delicado e frágil seja algo, sempre existem dois lados.

... leva muito tempo para eu me tornar a pessoa que quero ser.

... se pode ir mais longe depois de pensar que não pode mais.

... ou você controla seus atos ou eles o controlarão.

... heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

... paciência requer muita prática.

... existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.

... meu melhor amigo e eu podemos fazer qualquer coisa, ou nada, e termos bons momentos juntos.

... algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que lhe ajudam a levantar-se.

... há mais dos meus pais em mim do que eu supunha.

... quando estou com raiva, tenho direito de estar com raiva. Mas isto não me dá o direito de ser cruel.

... só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ele ame, não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode.

... maturidade tem mais a ver com os tipos de experiências que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.

... nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens ou fora de cogitação. Poucas coisas são mais humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

... nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.

... não importa em quantos pedaços seu coração foi partido; o mundo não pára pra que você o conserte.






Pense nisso.... siga vivendo.... siga aprendendo!!!






Gisele Mulek




quinta-feira, 8 de julho de 2010

Sentido....


"Dizem que o que procuramos é um sentido para a vida. Penso que o que procuramos são experiências que nos façam sentir que estamos vivos". J.Campbell

Para uns, a jornada é curta e agradável. Para outros, a jornada é acidentada, e em alguns momentos, dá vontade de desistir... Ao contrário do que você pensa, é nesses momentos que algo muito maior está acontecendo.

Estamos aqui para aprender, mesmo que para isso aparentemente tenhamos que sofrer... Mais digo... abandone o passado... desbloqueie sua paralisia afetiva. À medida que ganhamos experiências, um pouco mais nos é revelado. Abra-se!

Ninguém é igual a ninguém e ninguém é perfeito. A vida vai dando coisas com que você consegue lidar, conforme você vai aprendendo a lidar com elas. É assim que a vida funciona.

Repare: Nada é por acaso. Nós nos colocamos em uma espécie de "trilha", que sempre esteve aí, o tempo todo, à sua espera. Você elege seu destino. A vida que você tem que viver é essa mesma.

"Você não consegue mudar o que não consegue encarar" (James Baldwin). Por isso, onde quer que você se encontre, é exatamente onde precisa estar, neste momento.

Quando você estiver pronto para fazer uma coisa nova, de maneira nova, você fará. Há sempre alguém à espera da pessoa na qual você está se transformando. Talvez, você ainda não esteja pronto para reconhece-la.

A cada momento, cada um de nós está passando pelo processo de Ser e de se tornar. Como as pessoas, os nossos relacionamentos também mudam. E ainda há muito a aprender sobre o AMOR...

Ainda há muito a ser realizado. Apesar de muitos problemas, há Esperança, Fé, Alegria, há o AMOR... Deus sabe de tudo que nos é necessário para crescer, antes mesmo de nós!

"Obrigado, Deus, por me amar o suficiente e permitir que me aconteça somente aquilo com que eu consigo lidar, quando acontece. Obrigado por quem eu me tornarei através de tudo que me acontecendo".




Gisele Mulek

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Brad Paisley - Find Yourself



"Não me encontro onde procuro, mas de repente, quando menos espero".
Michel de Montaigne

terça-feira, 6 de julho de 2010

Frases!!!!!


"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana"

C.G.Jung


Levante-se!!!


Sabe aquele momento que a gente pensa que chegou no limite das próprias forças e que não vai mais conseguir avançar? Quando não contemos as lágrimas (e nem devemos!) e tudo parece um grande vazio...

Esse momento que, não importa a nossa idade, pensamos que já é o fim... e um desânimo enorme toma conta da gente... Esse momento, ao contrário do que parece, é justamente o ponto de partida!!!

Se chegamos a um estado em que não avançamos mais, é que devemos provavelmente tomar uma outra direção. Quando chegamos a esse ponto de tal insatisfação é sinal de que alguma coisa deve ser feita. Não espere que os outros construam pra você, planeje e faça!

Você é responsável pelos próprios sonhos e pela realização destes. Nas obras da vida não precisamos de arquitetos para planejar por nós. Com um pouco de imaginação e um muito de boa vontade podemos reconstruir sozinhos a casa que vamos morar e o futuro que nos oferecemos.

É humano se sentir fragilizado, e é necessário para que tenhamos consciência que não somos infalíveis, não somos super-heróis, mas seria desumano parar por aí, e injusto, para os outros, mas principalmente para nós mesmos.

Recomeçar é a palavra! Recomeçar cada vez, a cada queda, a cada fim de uma estrada! Insistir!... Se alguém te feriu, cure-se! Se te derrubaram, levante-se! Se te odeiam, ame! Erga-se! Erga a cabeça!

Olhando pra baixo só podemos ver os próprios pés. É preciso olhar pra frente. Plante uma árvore, faça um gesto gentil, tenha um atitude positiva. É sempre possível fazer alguma coisa! Não culpe os outros pelas próprias desilusões, pelos próprios fracassos.

Se somos nossos próprios donos para as nossas vitórias, por que não sermos para as nossas derrotas? Onde errou, não erre mais! Onde caiu, não caia mais! Se você já passou por determinado caminho, deve ter aprendido a evitar certas armadilhas. Então, siga!

Não se esqueça de uma grande promessa feita na Bíblia: "Esforça-te e eu te ajudarei."

Dê o primeiro passo... depois caminhe!!! E tenha a certeza de que a felicidade não mora ao seu lado, nem à sua frente, ela está junto de você!



Em Cristo, para que tenhamos vida.... e vida em abundância!!!!



Gisele Mulek


segunda-feira, 5 de julho de 2010

Quando a tristeza.....

Quando a tristeza, por qualquer razão, se abater sobre teu espírito, levanta-te, olha para frente e sinta que a vida corre lá fora: as árvores, as plantas, a constelação, o mar... É a vida alegre de uma natureza inteira, que foi feita para ti!!!
.
Pense... Aja...
.
Fale e viva como quem tem da vida, o sabor da vontade, do amor e do bem-querer. Não deixes que as confusões do mundo perturbem o teu espírito, desviando-o do seu caminho e quebrando a tua harmonia... Sejas forte em tua caminhada pelo tempo.
.
As estradas da vida nem sempre são planas e lisas... São subidas e descidas, retas e curvas, poeira, noites, tempestades. Mas tu não podes desistir!!!
.
Vá em frente. E se tu tropeçares, não desanimes. Retires sempre algo de bom e proveitoso nas dificuldades pelas quais tu passares e das adversidades que te querem atropelar.
.
Não fiques aumentando dentro de ti as intempéries. Pense em Deus e renove Nele a tua esperança, a tua fé e as forças que tu precisarás para enfrentar a caminhada de um novo dia.
.
Se tu te sentires sozinho ou a tristeza tomar conta de teu espírito, assim como uma nuvem pesada escurecendo o céu da tua alma, não te entregue ao desânimo que porventura te abata. Tomes este estado como... passageiro.
.
Conscientiza-te de que dentro de ti, lá no fundo mais profundo do teu ser, há uma energia, partícula de energia divina, que te faz forte, poderoso e respeitado. Tenha certeza disso, afugente de ti toda a tentação do medo que te diminui e te faz pequeno demais.
.
Sigas em frente. Não olhes para trás, senão para escolher as lições que o passado tem para te dar, como estímulo para o teu futuro.
.
Se caíres, levanta-te. Se atrasar, não desanimes. Vá sempre caminhando em direção aos horizontes, em busca de tua estrela maior. Vá com as forças que Deus te deu, seja depressa ou, quem sabe, vagarosamente. Mas vá sempre em frente, certo de que o teu destino maior ainda a de chegar, e a de chegar bem, ao endereço de tua felicidade!!!

.

Para cada lágrima á um Rio de Esperança.. para cada dia de vergonha ... Dupla Honra!!



Gisele Mulek


domingo, 4 de julho de 2010

Virtual....


Entrei apressado e com muita fome no restaurante. Escolhi uma mesa bem afastada do movimento, pois queria aproveitar os poucos minutos que dispunha naquele dia atribulado, para comer e consertar alguns bugs de programação de um sistema que estava desenvolvendo, além de planejar minha viagem de férias que há tempos não sei o que são.

Pedi um filé de salmão com alcaparras na manteiga, uma salada e um suco de laranja, afinal de contas fome é fome, mas regime é regime né? Abri meu notebook e levei um susto com aquela voz baixa atrás de mim:

-Tio, dá um trocado?
-Não tenho; menino.
-Só uma moedinha para comprar um pão.
-Esta bem; compro um para você;

Para variar, minha caixa de entrada esta lotada de e-mails. Fico distraído vendo poesias, as formatações lindas, dando risadas com as piadas malucas. Ah! Essa música me leva a Londres e a boas lembranças de tempos idos.

-Tio, pede para colocar margarina e queijo também.

Percebo que o menino tinha ficado ali. -Ok. Vou pedir, mas depois me deixe trabalhar, estou muito ocupado, ta?

Chega a minha refeição e junto com ela meu constrangimento. Faço o pedido do menino, e o garçom me pergunta se quero que mande o garoto ir embora. Meus resquícios de consciência me impedem de dizer. Digo que esta tudo bem. Deixe-o ficar. Que traga o pão e, mais uma refeição descente para ele. Então ele sentou á minha frente e perguntou?

-Tio o que está fazendo?
-Estou lendo uns e-mails.
-O que são e-mails?
-São mensagens eletrônicas mandadas por pessoas via internet (sabia que ele não ia entender nada, mas a titulo de livrar-me de maiores questionários disse):

-É como se fosse uma carta, só que via internet.
-Tio você tem internet?
-Tenho sim, essencial ao mundo de hoje.
-O que é internet?

-É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas coisas, noticias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar, trabalhar, aprender. Tem de tudo no mundo virtual.
-E o que é virtual?
Resolvo dar uma explicação simplificada, novamente na certeza que ele pouco vai entender e vai me liberar para comer minha refeição, sem culpas. -Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos pegar, tocar. É lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de fazer. Criamos nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como queríamos que fosse.
.
-Legal isso. Gostei!
-Mocinho, você entendeu que é virtual?
-Sim, também vivo neste mundo virtual.
-Você tem computador?

-Não, mas meu mundo também é desse jeito.... Virtual. Minha mãe fica todo dia fora, só chega muito tarde, quase não vejo, eu fico cuidando do meu irmão pequeno que vive chorando de fome e eu dou água para ele pensar que é sopa, minha irmã mais velha sai todo dia, diz que vai vender o corpo, mas não entendo, pois ela sempre volta com o corpo, meu pai está na cadeia há muito tempo, mas sempre imagino nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos brinquedos, de natal e eu indo ao colégio para virar médico um dia. Isso é virtual não é tio?
.
Fechei meu notebook, não antes que a lágrimas caíssem sobre o teclado. Esperei que o menino terminasse de literalmente "devorar" o prato dele, paguei a conta, e dei o troco para o garoto, que me retribuiu com um dos mais belos e sinceros sorrisos que já recebi na vida e com um "brigado tio você é legal". Ali, naquela instante, tive a maior prova do virtualismo insensato em que vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel rodeia de verdade e fazemos de conta que não percebemos!!!!!!!!!!!!!!!




******




Precisamos aprender a valorizar o que realmente importa; hoje vivemos tão obstinado com esse mundo "virtual" e "globalizado" que temos em nossas mãos que deixamos de lado a verdadeira realidade.

E não precisamos ir muito longe, não precisamos de um garoto de rua para afirmar isso, basta olharmos para dentro de nossas casas fazemos do virtual nossa realidade, e deixamos nossa realidade a mercê desse mundo que suga nossas vidas cada dia mais; é simples, analise, quanto tempo passa na frente de um computador e quanto tempo dedica aos seus filhos, marido, esposa, pais, irmãos??

Devemos valorizar mais as pessoas, e usar as coisas, não o inverso, que as facilidades que temos hoje sirvam como instrumento e não uma arma contra nos mesmo. Ainda a tempo de se concentrar naquilo que realmente vale à pena!!


"Não tem sentido dizer que fazemos o melhor que podemos. Temos de conseguir fazer o que é necessário". (Churchill)



Um ótimo domingo a todos, com carinho...

Gisele Mulek


quinta-feira, 1 de julho de 2010

Justiça ou vingança?


É a justiça que exige que aqueles que fazem o mal contra nós devam ser punidos por esta mesma sociedade. Mas justiça é muito diferente de vingança. A vingança diz: "Espere, vou pegar você"!

Quando somos magoados ou ofendidos, não demora muito para que nos vejamos querendo acertar as contas com aqueles que estão em dívida conosco. Não há alguém que lhe deva algo? Uma desculpa? Uma segunda chance? Um novo começo? Uma explicação? Um agradecimento? Uma infância? Um casamento? Pare e pense nisso (o que não o incentivo a fazer por muito tempo), e você poderá fazer uma lista de muita gente que está em dívida para com você. Seus pais deveriam ter sido mais gratos. Seu cônjuge deveria ser mais sensível. Seu pastor deveria ter sido mais atencioso.

O que você vai fazer com os que estão em dívida com você? As pessoas de seu passado meteram a mão no seu bolso e levaram o que era seu. O que você vai fazer? Poucas perguntas são mais importantes; lidar com a dívida é algo que está na essência de sua felicidade.

Jesus disse: "Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai Celeste também os perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai Celestial também não perdoará as ofensas" (Mateus 6:14,15). Jesus não questiona a realidade de suas feridas. Ele não duvida que tenham pecado contra você. A questão não é a existência da dor; a questão é o tratamento da dor. O que você vai fazer com suas dívidas?

O escritor Dale Carnegie fala sobre uma visita ao Yellowstone Park em que viu um urso pardo. O grande animal estava no centro de uma clareira, alimentando-se de coisas que eram deixadas no campo. Por vários minutos, ele se regalou sozinho; nenhuma criatura ousava se aproximar. Alguns minutos depois, um gambá atravessou a campina em direção à comida e se acomodou ao seu lado. O urso não protestou e Carnegie soube por que. O urso pardo sabia como era alto o preço de se vingar.

Seríamos inteligentes se aprendêssemos a fazer o mesmo. Ajustar contas é algo que custa caro. Para começar, você paga um preço que envolve seu relacionamento com outras pessoas.

Você já percebeu nos filmes de faroeste como o caça-recompensar viaja sozinho? Não é difícil entender por que isso acontece. Quem quer andar com um sujeito que ajusta contas para ganhar a vida? Quem quer arriscar a tê-lo como inimigo? Mais de uma vez, ouvi um homem despejar sua raiva. Ele achava que eu estava ouvindo, quando na verdade, eu estava pensando: espero nunca fazer parte de sua lista... Que tipos briguentos esses caça-recompensas! Melhor deixá-los sozinhos. Ande com gente irritada e você poderá ser atingido por uma bala perdida. Acertar dívidas é uma ocupação solitária. É também uma ocupação prejudicial à saúde. Você paga um preço alto fisicamente.

A Bíblia coloca ainda mais claramente esta questão: "O ressentimento mata o insensato" (Jó 5:2). Isso me faz lembrar de uma velha conversa de Amos e Andy. Amos pergunta o que é aquela garrafinha que Andy está usando em volta do pescoço. -Nitroglicerina - ele responde.

Espantado por ver que Andy estava usando um colar de nitroglicerina, Amos pede uma explicação. Andy fala sobre um colega que tinha o péssimo hábito de bater no peito das pessoas enquanto estava falando. - Isso me deixa louco - diz Andy. - Estou usando esta nitroglicerina porque, na próxima vez em que ele me bater, vou explodir seu dedo.

Andy não é o primeiro a se esquecer que, ao tentar se vingar, você se machuca. Jó estava certo quando disse "Você que se dilacera de ira!" (Jó 18:4). Você já percebeu que descrevemos as pessoas que nos "enchem a paciência"? A que paciência estamos nos referindo? Com certeza, não a delas. Somos nós que sofremos.

Se estiver interessado em ajustar contas, você nunca descansará. Como isso se dá? Para começar, seu inimigo talvez nunca chegue a pagar o que deve. Por mais que você pense que mereça uma desculpa, pode ser que quem lhe deve desculpa não concorde com tal avaliação. O racista talvez nunca se arrependa. O chauvinista talvez nunca mude. Por mais que você tenha argumentos em sua busca por vingança, talvez essa justiça nunca lhe dê nada. E, se você ganhar algo, isso lhe bastará?

Pensemos, de fato, nisso. Até onde a justiça é suficiente? Imagine seu inimigo por um instante. Imagine-o amarrado a uma coluna para ser chicoteado. O homem pergunta: "Quantas chicotadas?" E você dá um número. O chicote bate, o sangue se espalha e o castigo é infligido. Seu inimigo cai ao chão e você vai embora.

Você está feliz agora? Sente-se melhor? Está em paz? Talvez por um tempo sim; mas logo outra lembrança virá à tona e outra chicotada será necessária. Quando tudo isso termina?

Isso pára quando você leva a sério as palavras de Jesus: "Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai Celeste também os perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai Celestial também não perdoará as ofensas" (Mateus 6:14,15).

"Trata-me como trato meu próximo." Você está ciente de que é isso que está dizendo para o seu Pai? "Dá-me que dou à ele. Concede-me a mesma paz que concedo aos outros. Deixa-me desfrutar da mesma tolerância que ofereço." Deus irá tratá-lo como você trata os outros.

Você gostaria de ter paz? Então, pare de infernizar o seu próximo. Quer desfrutar da generosidade de Deus? Então deixe que os outros desfrutem da sua. Gostaria de ter convicção de que Deus o perdoa? Acho que você sabe o que precisa fazer.

(Texto retirado do livro Dias melhores virão - Max Lucado)
.
.
.
Em Cristo, para justiça de todo aquele que crê.
.
.
Gisele Mulek
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...