.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

terça-feira, 15 de junho de 2010

Sobre Pipas e Piões!!!


Duas brincadeiras me fascinavam quando criança: soltar pipa e rodar pião. O engraçado é que são justamente as que eu menos sei fazer. Falta-me a habilidade para ambas. Admiro quem sabe rodar o pião e quem sabe colocar uma pipa no alto e maneja-la bem (só colocar no alto até eu faço). Pipas e piões são brinquedos que têm muito a nos ensinar em suas táticas, maneiras e modo de serem usados. Somos quais pipas e piões... veremos isso...

Piões são brinquedos que só funcionam se desenrolados, se livres daquela cordinha que lhes dão “vida própria”. Assim somos nós... só funcionamos bem se desenrolados...mas não quero dizer com isso que são ruins as “cordas” que nos enrolam. Não... são elas que nos impulsionam... são elas que nos dão forças para girar... e girar...

Assim são os problemas para com a nossa vida. Devemos encara-los como força motriz de um novo caminhar. Ao nos livrarmos deles percebemos o quanto nos serviram para o amadurecimento, para “rodarmos” direito. Sim, um pião mal enrolado nunca girará corretamente. Até me faz lembrar as palavras antigas de um sábio... “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo...”


Pipas são fascinantes também... vivem no céu. Uma pipa nunca é tão bela no chão quanto a é no ar... confiando na força do vento. Conta-se que um aprendiz de feiticeiro encontrou-se com uma formiguinha numa de suas caminhadas entre a serra e o mar... ao ver a formiguinha carregando uma folha bem maior que ela mesma, o moço perguntou: Como consegues carregar uma folha tão pesada em um corpo tão pequeno? A formiguinha respondeu-lhe sorrindo: - Aprendi a confiar na força do vento!

Essa é a lição da pipa... confiar na força do vento. Saber que o vento sempre lhe levará a um lugar bonito, onde poderá demonstrar toda a sua beleza e encantar crianças e adultos que sempre estarão dispostos a contemplar a beleza de pipas coloridas rasgando o céu azul.

Interessante é que o mesmo sábio que disse que teríamos aflições no mundo também disse algo sobre o vento... “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai... assim é todo o que é nascido do espírito”. Engraçado é que no grego clássico as palavras “vento” e “espírito” são uma só: Pneuma. Há uma identificação do vento com o espírito...

Precisamos confiar na força do vento... deixar que ele nos mostre o caminho... confiar que há algo melhor “além do arco-iris”... Não nos prendermos a coisas materiais de forma que não sejamos mais livre... o vento sopra onde quer... uma hora aqui... outra ali... não sabes pra onde vai... assim é todo aquele que deixa se levar. Pessoas mesquinhas estão sempre presas, não sabem o que é se deixar levar pelo vento... nunca experimentaram a alegria de voar leve...à toa! Mas há ainda duas coisas que quero falar sobre pipas e piões: uma que os distingue e outra que os une, que os tornam iguais. E ambas nos trazem lições importantes.

A primeira, que os distingue, é que piões rodam no chão... na terra... e pipas voam... estão sempre nos ares. Essa é a primeira lição... transcendência e imanência... sentimento e ação... precisamos voar... e ter os pés no chão... saber a hora de levantar vôo, viajar, transcender e saber a hora de pôr os pés no chão.... caminhar firme... enfrentar o pó da estrada... e a hora da união... verbo se fazendo carne.

A segunda lição, que os une, pipas e piões só têm beleza se manejados por mãos habilidosas. Como eu disse... nunca tive essa habilidade. Pipas e piões não são pra qualquer um. Nossas vidas, tais pipas e piões só se mostrarão belas em mãos seguras, habilidosas... e não há mãos melhores para pipas e piões do que as mãos que os fazem... assim como não há mãos melhores para o homem do que as mãos do criador...

O sábio a quem me referi no texto é Jesus, o Cristo... criador de todas as coisas... ele declarou que não deveríamos nos desesperar com os problemas... porque ele os venceu... não há meio melhor de voar, nem girar do que “impulsionados” pelas mãos de quem tudo criou... aquele “que até o vento lhe obedece”.

Por, José Barbosa Junior
Fonte: http://www.crerepensar.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=56&Itemid=27




*****



Em sua vida.... mantenha sim seus pés no chão... seja firme em suas ações... mais... não deixe de ver a beleza do céu.... não tenha medo de demonstrar seus sentimentos... de agir com o coração..... e nunca... nunca deixe de sonhar!!!!


Gisele Mulek

4 comentários:

Barbara Lopes disse...

Oi Gisele, gostei muito do seu blog..
Venha visitar o meu ...

http://www.barbara-lopes.blogspot.com/

abraços, fique com Deus !

Gisele disse...

Obrigada... seja bem vinda...
Graça e Paz em Cristo...

Pr. Luiz Fernando disse...

Olá Gisele...
Vislumbrante esse texto...
Parabéns pelo que te sensibiliza...
Já estou seguindo o seu blog, pois gostei muito, e sei que vou crescer meditando no que está aqui...
Quero também te convidar a visitar o meu blog, comentar e seguir se te agradar...
www.prluizfernandoferreira.blogspot.com
Fique na Paz e Amor de Cristo...
Pr Luiz

Pr. Luiz Fernando disse...

Olá Gisele...
Vislumbrante esse texto...
Gostei muito do seu blog e sei que vou crescer meditando no que está aqui...
Parabéns...
Quero te convidar a visitar, comentar e seguir o meu blog se assim gostar...
www.prluizfernandoferreira.blogspot.com
Fique na Paz e no Amor de Cristo...
Pr Luiz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...