.
Aqui… com doçura, com paixão e alegria, vida, sorrisos, sucesso e amor; Sabedoria, esperança, caridade e diferenças; Saudades, liberdade, dúvidas e certezas; Entre amigos ou família, quem sabe outras crenças, dias de sol ou de chuva, sem frescuras… dividimos…"segredos".


○○○○○

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Pregadores da Palavra????


"Sou grato para com aquele que me fortaleceu, Cristo Jesus, nosso Senhor, que me considerou fiel, designando-me para o ministério, a mim que noutro tempo era blasfemo, perseguidor e insolente. Mas obtive misericórdia, pois o fiz na ignorância, na incredulidade. Transbordou, porém, a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus". ITm. 1:12-14

Desde criança freqüento a igreja evangélica e sempre tive imenso respeito pelos ministros do evangelho. Afinal não importa qual seja a placa da igreja, encontramos em todas elas essa figura principal: o pastor, que são os anjos da igreja, líderes, ensinadores, pregadores da palavra de Deus.

O pregador do Evangelho, não é um qualquer, é um proclamador dos céus na terra; alguém chamado para ser um pregador recebe uma determinação soberana do próprio Deus, que escolhe apenas alguns para tão grande tarefa.

Neste texto de Timóteo temos algumas das características daquele que almeja ser um pregador:

Capacitação - "..me capacitou"
Fidelidade - "me considerou fiel"
Chamado - "me designou"
Transformação - "noutro tempo eu era"
Conhecimento da graça divina - "...alcancei misericórdia...transbordou a graça"

Um pregador é alguém apaixonado pelo evangelho, pois, por ele foi transformado e sendo assim por ele dá a vida.

Mais infelizmente hoje dificilmente encontramos pregadores com estas qualidades, o que vemos é uma proliferação de pessoas auto se intitulando "ministros", pessoas que não foram transformadas pelo evangelho, mais sim transformam o "pregar o evangelho" em um mercado, utilizando-se de meios e de formulas miraculosas para angariar verbas, e não vidas.

Não vejo problemas em pregadores viverem da obra, afinal se os mesmos alimentam o povo com a palavra de Deus é justo que sejam também sustentados para isso, o problema é que muitos "pregadores" não tem nada a oferecer além de um "mingau" aguado, morno e sem graça que intitulam de "mensagem de Deus", mais que muitas vezes não tem fundamento, nem coerência alguma, fazem apenas um barulho "santo" com gritos e jargões programados, para apenas tocar o emocional das pessoas, pois muitos dos que ocupam o púlpito das igrejas, fazem uso apenas de habilidades naturais e de treinamento especial, fazendo seu marketing pessoal!!

Eu me pergunto: Pregar o evangelho é isso? É falar o que o povo gosta de ouvir? É fazer o que todo mundo faz? É mostrar um evangelho fácil para apenas se tornar um pregador popular e adquirir estatus e fama? Cadê.. onde esta Deus em primeiro lugar? Cadê a salvação de almas? O batismo genuíno no Espírito Santo?

Sinto falta de mensagens que tocam a alma, que falam de bíblia, da história do evangelho, do amor de Cristo, das verdades do arrebatamento, sinto falta de ver pregadores empolgados com a palavra, e não com a multidão polvorosa que o ouve, sinto falta do evangelho em seu contexto real (bíblico) que põe a glória de Deus em primeiro lugar e se preocupa de forma descomedida com a salvação do homem.

Penso que ser pregador é antes de tudo ser ouvinte do que Deus tem a dizer, e quer transmitir aos seus, e para isso é necessário ser pregador na essência, na alma, com paixão, com fervor, ir além dos limites da carne, do sangue, e viver a vida de Cristo.

E nós ouvintes, devemos ser mais críticos, não aceitar qualquer coisa que nos empurrem "goela a baixo", devemos ler mais, questionar mais, para assim termos o melhor da palavra em nossas vidas, para que possamos realmente ver Deus exaltado e pessoas salvas e libertas, por que isso coloca a glória de Deus e a benção para a humanidade na ordem certa.


Em Cristo, que é o caminho, a verdade e a vida!


Gisele Mulek

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...